Você faz toda a diferenca!

sábado, 2 de março de 2013

Maus entendidos nem sempre precisa ter um final ruim

Cheguei na igreja dias desse e uma mae muito minha amiga veio ao meu encontro perguntando onde estava o Daniel.
Eu mal abri a boca para responder-lhe quando ela afobadamente me foi dizendo:

- Ele está na igreja, nao é? Eu lhe respondi:
- Nao, hoje nao.
E ela novamente afobada foi me atropelando com as palavras. O marido dela ao seu lado e eu só ouvindo...
- É porque ele estava ontem à noite online até as 21 horas quando eu disse a ele que ele nao deveria estar lá, por ser tarde.
Eu ouvindo com toda a calma que Deus naquela hora me deu. Perguntei a ela o que foi que o meu filho te respondeu? É porque nessa altura, pra ela estar vindo assim falar comigo, o meu filho deveria ter-lhe faltado com o respeito, pensei eu.
- Nada. Me respondeu ela. - Ele nao me respondeu e eu vi que ele estava online até às 23 horas. Você deveria tomar conta do Daniel deixando-o tanto tempo na internet.

Entao eu lhe disse calmamente:

- Primeiro: O Daniel nao estava em casa. Ele tinha a minha e a permissao do pai para passar a noite na casa do melhor amigo dele.
- Segundo: Fico feliz em saber que ele estava online SÓ (frizei bem), até às 23 horas, porque para esta noite ele tinha permissao de ficar online até a meia noite.
- Terceiro: Sabe porque o pai e eu lhe permitimos? Porque mesmo ele estando 2 semanas de férias da escola meu filho estudou todos os dias 20 minutos, ele levou todos os dias o meu lixo para fora, ele buscou água todos os dias no subterrâneo para nós e cuidou junto com a irma de limpar a gaiola dos porquinhos da índia. Como ontem foi o último sábado antes das aulas  recomecarem por ele ter sido   tao responsável e tao obediente e tao disposto a fazer as tarefas dele sem resmungar, nós decidimos que ele deveria receber um presente nosso.
Estou querendo entender porque você está tao brava conosco em um assunto particular nosso que só diz respeito a minha familia?
Nessa altura o marido dela já estava saindo de fininho com um sorriso nos lábios.
Ela pálida, se desculpou dizendo que nao sabia... claro que nao sabia. E por que deveria saber? Perguntei a ela.

Ela e mais uma outra mae, estao loucas com os filhos com relacao a internet. Eu sei que essas coisas com filhos na adolescência deixam a gente mesmo preocupadas. Mas dai a se meter na minha vida, nao.
Ela poderia ter perguntado: - Daniel sua mae sabe que você está online a esta hora da noite? Ele teria esclarecido a ela.
Mais tarde quando o Daniel chegou eu perguntei a ele porque ele nao a explicou... Ele me disse:
- Mae, te conhecendo do jeito que eu te conheco você iria preferir responder pra ela, nao?

Cai na risada...

Eu  acredito que ela aprendeu algo com este caso. O bom de tudo isso foram muitas coisas mas a melhor de todas foi que ela acabou nos convidando para almocar como um pedido de desculpas e nós ganhamos uma tarde deliciosa na casa deles.

23 comentários:

✿ chica disse...

Que metidinha,heim?/ E como ela fica controlando?


Cada um cuide do SEU filho,né?


Essas coisas são chatas e precisamos ter muita calma! beijos,chica

Cristina disse...

Olá Georgia, tudo bem com vc? apesar de ter ficado um tempo afastada, é fácil perceber que continuas conduzindo tua vida com sabedoria e paciência...eu por aqui, estou tentando retomar com alegria...devagar eu chego lá!
Um grande abraço!!

Pr Paulo Barreiros disse...

Oi Georgia! Parabéns pela paciência, equilíbrio e sabedoria. Família equilibrada é o que vejo em vocês. Que o Senhor te abençoe.
Abraços.

Allan Robert P. J. disse...

Aprendi que quem tem problemas com os filhos, acredita que todos têm: "se o MEU filho, que é um amor de pessoa é assim, que dirá o filho dos outros?"

:D

Diplomacia é a melhor saída para uma gafe dessas. A sua amiga deve ter aprendido mais que você.

:)

Pedrita disse...

eu já disse a vc q não sou tão rigorosa com a internet. acho q internet viajada não há problema. e q não há como proibir o improibível. regular horário já está de bom tamanho. e me incomodo com pessoas q vem tentar colocar as suas regras na minha organização. e moralismo nos meus princípios. cada um organiza a sua casa, educação e regras como acha mais certo né? beijos, pedrita

sonia a. mascaro disse...

Georgia,
Foi mesmo inadequada a intromissão dessa pessoa em seus assuntos familiares...
Mas gostei de ver a sua maneira de agir e a maturidade e a segurança do Daniel também.
Outro ponto que me chamou a atenção neste seu post foi sua generosidade de relevar esse fato desagradável e aceitar o pedido de deculpa na forma de uma almoço e uma tarde agradável.
Certamente ela nesse dia aprendeu muito com você.
Beijos, amiga.

Tucha disse...

De certa forma a preocupação dela faz sentido, poderia ter sido mas reservada. Mas de todo modo valeu pela aproximação familiar

Ana Gaspar disse...

Oi flor...
cada uma hem... mas as vezes na boa intenção dela acabou sendo indelicada com você!
Mas voce esta certa em uma coisa respondeu na hora... isso aí!
Flor preciso do seu endereço, cheguei já aqui esta semana, devo ir ao centro na semana que vem e queria colocar o livro no correrio. Acho que você já me passou o seu endereço, mas não sei onde... então passa de novo?!?! rsrs
beijos, beijos e bom domingo!

Pêtra disse...

É... quemmm fala o que quer, ouve o que nao quer!!
E ela devia estar cuidando da familia dela e nao deveria estar na internet ate aquela hora também, hehehehe!!!
Beijo!!

Bergilde disse...

Nem sempre as pessoas têm modos para exprimir o que pensam.Em geral falam,dão conselhos e opinião sem muito reparar na maneira como dizem.Isto pode ferir o interlocutor,mas de repente não era a intenção.
É a maneira de falar que faz a diferença!
Abraços,bom dia!

Ana Gaspar disse...

Olá! eu de novo...vi seu recadinho lá no blog, uma graça!
E o endereço??? esqueceu?? rsrsrsrsr
beijinhos

Beta disse...

como tem gente entrona nesse mundo ein...
Mandou bem na resposta.

bj

Mimirabolante disse...

é amiga!!!paciência e bom senso poucos tem!!!e vc tem em grande quantidade!!!rsrsrsr....bjcas e boa sorte!!!!

Elvira disse...

Oi Georgia.
Sua resposta foi super correta e tranquila. E o melhor de tudo, ela percebeu o erro e pedoiu desculpas.
Se você não tivesse mantido a calma talvez as coisas não tivessem terminado assim.
Parabens!!!
Elvira

Nina disse...

Mas meninaaaaa, eu te admiro, nunca teria coragem de responder tao corretamente como vc respondeu a essa mae atrevida.. eu sou uma boboca, acredita? nao peito as pessoas nao, tenho sempre cuidado pra nao machucar ninguem.. tenho mt o que aprender contigo, Ge. Gostei mt da tua reacao. Que povo mais intrometido, gente! Aqui de vez em qd ouco algumas dessas, mas to aprendendo devagar, viu? to aprendendo ;-)

amei tbm a resposta do teu filho.

Ge, minha nega, respondi teu comentario lá com a Ana (ananaalemanha, de dresden) passa lá pra ver e me diz depois o que tu acha.
;-)

Bjs

Rebeca Cavalcante-Wilkerson disse...

Palmas pro Daniel!!!
Como assim???? Esse teu filho é um querido! E o relacionamento de vcs? Ele te conhece como ng, hein G?!

Parabéns pelo seu posicionamento, pela educação que vc dá pros seus filhos e por vc saber perdoar.

Que honra é ser sua amiga virtual!

Beijos,
Rebeca
xoxo

Jota Sena disse...

Olá Georgia!

Isto nos faz lembrar, da pessoa que tenta subir ou descer de um trem em movimento... quem tentar fazer isto, corre o risco de cair e se machucar.

Abraços.



Nina disse...

Ué amor, tu nao tinha falado pra Ana Gaspar que adoraria ganhar um aventalzinho feito pour moi? entao, respondi la o teu comment, mas volto a dizer aqui, me manda teu endereco que eu faco um pra ti e te envio pelo post, mas nao prometo rapidez no servico, ta? to mt atarefada ultimamente. E nao se preocupe, é de grátis ;-)

Bjs

Lunna Guedes disse...

E viva a mania que algumas pessoas tem de olhar para os outros a partir de si mesmo. Eu heim...
Detesto isso. As pessoas poderiam se ocupar de si mesmas, mas não o fazem.
Enfim, ainda bem que você respirou fundo e teve paciência com essa pobre mãe mortal. rs

bacio

Cris disse...

Esses fatos me lembraram de uma vizinha nossa:Ela ficava atrás das cortinas da casa dela vendo quem chegava a que horas chegava e como chegava! um certo dia aos nos ver chegando de madrugada vindo de um baile de formatura, perguntou a minha mãe se ela tinha vista a que horas eu e minha irmã chegamos, logo dizendo que eram quase 05 da manhã!Minha mãe respondeu :Não, eu não sei que horas elas chegaram, mas o pai delas deve saber ´pois ele estava com elas!!!

Nada como tomar conta da sua própria vida não é mesmo?

Allan Robert P. J. disse...

Cara Georgia,

Passei para lhe desejar um Feliz Aniversário. Que hoje as suas fotos espelhem alegria; que as reuniões na escola ou na igreja, sejam somente um pretexto para seus amigos demonstrarem a sua importância na vida deles; que o jantar em família confirme o amor e a união de vocês.

Que a sua vida seja uma festa!

:)

Cris Caetano disse...

Ai, Ge... tão bom, né? Você confia no seu filho porque vê nele respostas na educação que tem lhe dado. Já te disse e digo mais uma vez, você é ótima como mãe. ;)

Beijos

Marianna disse...

Sabe Georgia, gente feliz nao enche o saco, mas da sempre um banho de sabedoria em que esta ao seu redor, simplesmente por saber se colocar sem invadir ou ofender o espaco do outro...e vc, tira isso de letra :-)

Beijos e um fds com muito sol para vcs!