Você faz toda a diferenca!

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Saudade nao tem idade



Coisas que nossas mães diziam e faziam... E que nos educavam. Hoje é condenada pelos educadores e psicólogos, mas funcionou com a gente e por isso não saíamos seqüestrando, roubando nem matando os outros por ai......como hoje.....

Minha mãe ensinou a VALORIZAR O SORRISO...
"ME RESPONDE DE NOVO E EU TE ARREBENTO OS DENTES!"


Minha mãe me ensinou a RETIDÃO...
"EU TE AJEITO NEM QUE SEJA NA PANCADA!"


Minha mãe me ensinou a DAR VALOR AO TRABALHO DOS OUTROS...
"SE VOCÊ E SEU IRMÃO QUEREM SE MATAR, VÃO PRA FORA, ACABEI DE LIMPAR A CASA!"


Minha mãe me ensinou LÓGICA E HIERARQUIA...
"PORQUE EU DIGO QUE É ASSIM! PONTO FINAL! QUEM É QUE MANDA AQUI?"


Minha mãe me ensinou o que é
MOTIVAÇÃO...
"CONTINUA CHORANDO QUE EU VOU TE DAR UMA RAZÃO DE VERDADE PRA VC CHORAR!"


Minha mãe me ensinou a CONTRADIÇÃO...
" FECHA A BOCA E COME!"


Minha Mãe me ensinou sobre
ANTECIPAÇÃO...
"ESPERA SÓ ATÉ SEU PAI CHEGAR EM CASA!"


Minha Mãe me ensinou sobre PACIÊNCIA...
"CALMA!... QUANDO CHEGARMOS EM CASA VOCÊ VAI VER SÓ..."


Minha Mãe me ensinou a
ENFRENTAR OS DESAFIOS...
"OLHE PARA MIM! ME RESPONDE QUANDO EU TE FIZER UMA PERGUNTA!"


Minha Mãe me ensinou sobre RACIOCÍNIO LÓGICO...
"SE VOCÊ CAIR DESSA ÁRVORE VAI QUEBRAR O PESCOÇO E EU VOU TE DAR UMA SURRA!"


Minha Mãe me ensinou MEDICINA...
"PÁRA DE FICAR VESGO MENINO! PODE BATER UM VENTO E VOCÊ VAI FICAR ASSIM PARA SEMPRE."

Minha Mãe me ensinou sobre o
REINO ANIMAL...
"SE VOCÊ NÃO COMER ESSAS VERDURAS, OS BICHOS DA SUA BARRIGA VÃO COMER VOCÊ!"


Minha Mãe me ensinou sobre
GENÉTICA....
"VOCÊ É IGUALZINHO AO SEU PAI!"


Minha Mãe me ensinou sobre minhas
RAÍZES....
"TÁ PENSANDO QUE NASCEU DE FAMÍLIA RICA É?"


Minha Mãe me ensinou sobre a SABEDORIA DE IDADE...
"QUANDO VOCÊ TIVER A MINHA IDADE, VOCÊ VAI ENTENDER."


Minha Mãe me ensinou sobre JUSTIÇA...
"UM DIA VOCÊ TERÁ SEUS FILHOS, E EU ESPERO ELES FAÇAM PRÁ VOCÊ O MESMO QUE VOCÊ FAZ PRA MIM! AÍ VOCÊ VAI VER O QUE É BOM!"


Minha mãe me ensinou RELIGIÃO...
"MELHOR REZAR PARA ESSA MANCHA SAIR DO TAPETE!"


Minha mãe me ensinou o BEIJO DE ESQUIMÓ....
"SE RABISCAR DE NOVO, EU ESFREGO SEU NARIZ NA PAREDE!"


Minha mãe me ensinou
CONTORCIONISMO...
"OLHA SÓ ESSA ORELHA! QUE NOJO!"


Minha mãe me ensinou
DETERMINAÇÃO...
"VAI FICAR AÍ SENTADO ATÉ COMER TODA COMIDA!"


Minha mãe me ensinou habilidades como
VENTRÍLOQUO....
"NÃO RESMUNGUE! CALA ESSA BOCA E ME DIZ POR QUE É QUE VOCÊ FEZ ISSO?"


Minha mãe me ensinou a SER OBJETIVO...
"EU TE AJEITO NUMA PANCADA SÓ!"


Minha mãe me ensinou a
ESCUTAR
"SE VOCÊ NÃO ABAIXAR O VOLUME, EU VOU AÍ E QUEBRO ESSE RÁDIO!"

Minha mãe me ensinou a
TER GOSTO PELOS ESTUDOS...
"SE EU FOR AÍ E VOCÊ NÃO TIVER TERMINADO ESSA LIÇÃO, VOCÊ JÁ SABE!..."


Minha mãe me ajudou na
COORDENAÇÃO MOTORA...
"JUNTA AGORA ESSES BRINQUEDOS!! PEGA UM POR UM!!"


Minha mãe me ensinou os NÚMEROS...
"VOU CONTAR ATÉ DEZ. SE ESSE VASO NÃO APARECER VOCÊ LEVA UMA SURRA!"

(recebi por email, autor desconhecido)

Você pode té nem concordar...Mas com certeza ouviu muitas dessas frases quando você era crianca, assim como eu ouvi.

Hoje em dia, os filhos fazem o que querem e até estao matando pai e mae por ai.

Pensem a respeito, peneirem, pois tudo deve ser peneirado nesta vida. Nem tanto para um lado nem tanto para o outro, mas afrouxar demais está dando panos prá manga e algo mais...

Bom fim de semana


35 comentários:

Chica disse...

Quem não ouviu isso e quem já não falou alguma delas aos filhos,rsrsrs ...um lindo fim de semana,beijos,chica

Albuq disse...

Georgia, não falei ainda porque não tenho filhos, mas, TODAS essas lições eu aprendi! kkkkkkk

Adorei o texto, muito boa!
bjs

Poesia do Bem disse...

Ai adoreiiiiiiiiiiiii eu ouvi tudo isso srrsrrsssr e acho por isso cresci como sou.Espero poder ensinar valores e fazer de minah filha uma pessoa do bem, bjs e saudades de vc!

Pedrita disse...

eu gosto da evolução da psicologia pra entender algumas questões, mas pirar na batatinha aí eu tb acho demais. adorei o "se vc e seu irmão querem se matar vão pra fora q acabei de limpar a casa". realmente não concordo com várias q são muito agressivas, mas meu pai foi firme e eu aprendi muito com ele. e há algo q pouco ensinam hj no brasil q é respeitar os mais velhos. meus pais sempre me ensinaram a ter paciência e ajudar. cansei de ouvir: "vai lá ajudar o seu avô". e nem sempre a gente gostava. mas eu aprendi a respeitar e hj me irrito qd alguém desrespeita a minha mãe pela lentidão dela. beijos, pedrita

Bia Mendonça disse...

Ouvi muitas dessas frases e acho que pulso forte ajudou a botar muita criança na linha... agora quando mais folgada fica a educação, mas perdidas estão as crianças, fazendo oq querem.
Claro que não concordo com pancada, mas um tapinha não faz mal. Levei alguns e nem por isso fiquei traumatizada, pelo contrario.

bjos

Mari Amorim disse...

Ouvi muito..
Boas energias,
Mari

Sonhos & melodias disse...

Georgia,
Concordo em muitos aspectos com tudo isso. Somos de uma geração que foi educada dessa forma nem porisso guardo ressentimento ou mágoa por tudo que ouvi. Concordo que muitas vezes ficava com raiva mas hoje compreendo e agradeço a meus pais a educação que tive.
Bjs

Mila Viegas disse...

Acho que eu ouvi todas... kkkkk... não consigo parar de rir e me lembrar. Sinceramente, sem querer eu repito algumas dessas frases pro meu filho, naqueles momentos em que saio do sério. Isso não mata! O que mata é a falta de limites a uma criança que se perde na vida justamente por não tê-los.
Tenho discordado cada vez mais desses "estudiosos" que, num mundo como este, acham que pulso firme é sinônimo de violência.

Tive uma amiga que era filha de psicóloga e que só fez besteira na vida.. Ela e os irmãos. Então me explica? Não deveriam ser o exemplo de perfeição?

Adorei.
beijos

Eliane Pechim disse...

Dei muita risada aqu, principalmente com o "Se voce cair dessa arvore vai quebrar o pescoço e eu vou te dar uma surra". rs. Tambem ouvi muitas dessas coisas e to aqui, de cidada honesta. Nem tanto ao mar, nem tanto a terra, equilibrio na educaçao é fundamental, como voce falou, mas hoje em dia os pais deixam os filhos muito soltos e no fim das contas voce ve é familias com problema de autoridade e filhinho que manda no pai e na mae. Fico pra morrer com gente assim. Depois os filhos viram trastes imprestaveis e eles lamentam. Beijo, bom fim de semana

Lúcia Soares disse...

Georgia, esse texto é ótimo, todos os dias devia ser postado por alguém. Tem lições preciosas, e hoje até falo disso, que mãe é que mais educa, afinal, é mais ligada mesmo. Certamente ouvi tudo, ou quase tudo. Como não gostava da "didática", não repassei o tipo de "conversa" pros filhos, mas ensinei tudo isso a eles.
Concordo totalmente com você que as coisas estão saindo das medidas, os pais não estão cumprindo seus papeis.
Tenho muita satisfação por ter criado bem meus três filhos.
Com a ajuda do pai deles, e com a graça de Deus.
É um assunto polêmico, mas sem uma religiosidade não há como educar.
Bj

Maria Augusta disse...

Georgia, esta falta de firmeza dos pais que está fazendo esta geração de "crianças reis", que acham que tem todos e direitos e nenhum dever, vem do movimento de 68, que dizia "É proibido proibir!" Com isto se passou de um extremo a outro na educação das crianças e estas ficaram sem referências, já que os pais não impõem os limites, por comodidade ou por achar que são modernos. É preciso dar as diretivas às crianças, pois se elas não as recebem em casa elas não saberão distinguir o certo do errado, o que é muito perigoso. Eu também fui criada com "mão firme" da parte de meus pais, e agradeço a eles.
Beijos e um bom fim de semana.

Bel disse...

Sem condições de fazer uma redação decente sobre o assunto, dó digo uma coisa: Eu ri. E ainda tô rindo.

Ester disse...

Geórgia,

A primeira vez que li esse texto dei boas risadas também, não há como não identificar-se,

Vc acredita que mudei o nome do meu blog de novo?
Sou muito inquieta,
mas acho que agora vou sossegar com este que coloquei, espero que vc goste,

Ah, agora vc fulgura entre os meus amigos virtuais no Mural,

Bjs

Beth/Lilás disse...

Muito bom!
Eu já ouvi algumas dessas, mas já falei pro meu filho também.
"E ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais"
bjs cariocas

Lulu on the Sky® disse...

Lições de mãe valem pra vida toda. Big Beijos

Tucha disse...

Não podemos negar que havia enfase nas colocações... queriam nos fazer melhores. Tb nos falamos "bobagens" nos momentos de "loucura" diante do desafio de "enfrentar" o desafio de educar.

Jens disse...

Adorável, Georgia, simplesmente adorável. Ouvi quase todas estas admoestações.

Beijo e bom findi.

Selena Sartorelo disse...

Olá Georgia,

Ha!ha!ha! Eu adorei, dei boas risadas.Desculpe os especialistas mas minha mãe é uma pessoa incrível e nem por isso ela não perdia a paciência comigo rsrs!!
Considerações ...ha!!a vida como ela é e não como todos acham que deve ser. Muitas coisas nós evoluimos, aprendemos, descobrimos. Mas acredito que criança precisa de orientação e limite. Não sou a favor de violência de espécie alguma, mas de boa! Não fiz analise por isso.
Hoje dizia ao meu filho que quando brigo com ele não estou com raiva dele e sim tentando explicar o que entendo ser e isso faço do jeito que mãe a minha fez. A Maria me disse rindo esses dias que sou uma mãe brava feliz. Minha mãe me ensinou a fazer sempre o melhor que sei, como fez comigo do jeito que sabia fazer. Com muito amor. Aqui nesse texto não cabe acertar e sim amar e sentir-se amado.

Beijos

Gisley Scott disse...

Ouvi muitas dessas, hj estou intacta, com dignidade, sei respeitar os outros e nem estou traumatizada.

Aqui os pais [geralmente]obedecem os filhos, uma vergonha!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

ahahaha
Minha mãe era bem calma, até que ela não falava essas frases. Mas a gente respeitava ela e muito! Pq o olhar dela era mais forte q essas frases rs.

Bjs e bom fim de semana pra vcs

Bergilde Croce disse...

Ah e como ouví,algumas ainda uso porque educação também é dizer um belo Não quando preciso.
Abraços e torcendo pelo nosso Brasil!
*Quando chegarem os lápis me avisa ok porque já mandei!

diariodeizaberum disse...

Olá, Georgia!

Linda exposição da frases e ótima reflexão sobre o tema.

Minha mãe sempre foi mais compreensiva, como trabalhava muito para ns sustentar, quando ficou viúva pouco tempo teve para conversar conosco.

Como irmã mais velha era eu quem me responsabilizava pela educação dos meus irmãos. Não houvi muitas destas frases, mas disse algumas a meus irmãos.

Um pouco antes de meu pai falecer, eu tinha uns 10 anos, então perguntei a ele com que idade eu poderia namorar e recebi como resposta uma palmada tão forte que me deixou "vendo estrelas". Na hora até que fiquei triste, mas isso não impediu de lembrar dele com todo o carinho.

Até com vara de marmelo eu apanhei e não guardo nenhum rancor disso. Eu, quando menina era muito "arteira".

Hoje em dia, não se pode dar nem uma palmadinha. e as coisas vão de mal a pior.

Beijos!

Iza

Camille disse...

Deve ter sido mesmo por isso que nao sou sequestradora e virei uma boa moça, heheheheh, ouvi varias dessas frases, nossa, dei muita gargalhada. Nossas mães eram "do mal" como diz minha filha hoje para ações dessa categoria. Eu sou uma mae psicologa... A unica coisa que obriguei minha filha fazer por um tempo foi caligrafia. Ja o "irmaozinho" mais velho que nasceu quando a mae ainda nao era psicologa tem frase de ficar de castigo ouvindo: "engole o choro". Nao sei de onde tirei essa frase, provavelmente copiei da minha mae. Que horror, peneirando mesmo nao faria de novo.So em casos extremos. ja o pediatra homeopata da minha filha diz- educa agora por que na adolesccencia vai ser tarde. Por que Anna Luiza foi uma pequena peste ha anos atras, agora esta ate bem santinha. Ta dando certo...
Bjos da Cam

nilda disse...

Minha querida, para os dias de hoje,não é educado educar.
Ainda bem que nem todos pensam assim né mês?
Adorei!
Muitas beijocas. Nilda
http://meucantin5.blogspot.com/

Claudinéa Elias disse...

Afff, eu disse muito ao meu filho rsrsr, mas foi mais escodidinho rsrsrsr, Acredito que nenhum de nós deixou de viver bem ou ficou com problema, muito pelo contrario, serviu-nos muito para que aprendessemos e entendessemos quem era que devia ser respeitado.
Infelizmente hoje os valores estao muito confusos, as vezes somos vistos como bocós...
Mas sempre ensinei a meu filho respeito ´sempre é bom ok???
Bjos
Boa semana...

Selena Sartorelo disse...

ÔOOO Georgia eu queria postar esse texto na verdade o teu blog lá na minha pagina do facebook, mas o texto que aparece é aquele que tem aviso que não pode copiar sem você autorizar, esse aqui embaixo, então eu vim pedir se você deixa? Deixa?

beijos

orvalho do ceu disse...

Olá,
Minha mãe também me ensinou sobre genética... foi uma pena ter perdido meu pai... há 10 meses...
Hoje a dor me doi no coração... que só!
Bjs e ótimo fim de semana com paz pra vc.

Lunna Guedes disse...

Nossa, dei muita risada aqui, mas confesso que nunca ouvi nada disso na minha infância. Mas tinha limites, cuidados e outras coisas mais. Algo assim: "se eu disse não é não e só vou dizer uma vez. Entendeu?" A gente tinha um diálogo bem legal, nunca apanhei, mas tínhamos horas de conversa sobre determinados assuntos e eu aprendi muito.
Acho que os pais hoje esperam muito da televisão, do computador e há quem ache saudável deixar o filho horas diante de uma tela, pelo menos assim eles sabem onde a criança está. hahahahahaha
Lamentável. Enfim, em tempos modernos, as crianças são super ativas (moda do momento aqui no Brasil) e os pais não entendem porque isso acontece.
Semana passada as netas do Marco vieram aqui em casa e brincaram o dia inteiro, oito horas da noite estavam dormindo no sofá e a mãe ficou pasma, não entendia o que estavam acontecendo. Ontem ligaram querendo vir pra cá novamente e vieram e a noite estavam tão cansadas que não falavam absolutamente nada durante o jantar e a mãe pasma porque elas nunca ficam quietas qdo estão comendo. hahahahahaha
A psicologia anda com problemas atualmente, não acha?
Bacio

Cris Caetano disse...

hahahaha Adorei!

Ouvi quase todas, algumas um pouquinho mais leves do que está escrito, mais peneiradas, como você bem disse. E estou aqui sem trauma nenhum na vida adulta. :)

É hoje, Ge! Estou nervosa... AIVALHAMEDEUS!!! Brasil, ziu, ziu! :)

Beijão.

Fabrício Santiago disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do Blog Universo Íntimo. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs



Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.


Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.


Abraços

http://narroterapia.blogspot.com/

Barbie Girl disse...

Menina esse e-mail fala sim algumas verdades, eu já ouvi,rs
Mas sabe, as educações de antigamente eram muito mais eficientes, hoje, largam tanto de mão que estamos vendo os resultados tristes.

beijos e bom domingo!!

Rumo ao Hexa!

Barbie Girl disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
anny-linhaozzy disse...

Bom dia Geórgia!
Aqui já é inverno mas aí na sua casa é sempre uma festa de primmavera. Pricipalmente com sua filha querendo desvobrir qual a cor de Deua! Muito lindinha.

Obrigada por perguntar como estou.
Vou bem. Tudo nos conformes.
Beijos.
Anny.

Pandora disse...

kkkkkkkkk... Sempre que leio esse texto me identificorsrs... embora a tempestade sempre morasse na boca do meu pai, minha mãe era quem mais infrigia castigos!!

Ana Filipa Oliveira disse...

Amei! Ri tanto! Está óptimo este post. E sabe que eu me dou conta de às vezes repetir frases que meus pais diziam e que eu nao gostava nada!? Refilamos deles e acabamos iguais ;-)