Você faz toda a diferenca!

sábado, 5 de junho de 2010

Penteadeira saudade nao tem idade

Imagem da internet

Será que alguém ainda usa uma penteadeira no dia a dia?
Minha mae tinha uma que era só para juntar um monte de coisas que ela nao usava nas gavetas.
Eu odiava ter que limpar aqueles espelhos, sempre sobrava prá mim. Eu falava prá ela que a penteadeira nao era minha, portanto nao precisava limpá-la. Minha mae me dizia que eu tinha que aprender a fazer de tudo dentro de uma casa, porque até para pedir a uma outra pessoa para fazer algo dentro de casa, devemos saber primeiro como fazê-lo.
Eu tinha medo de quebrar o espelho da penteadeira.
Me lembro que quando mamae se casou pela segunda vez ela tirou várias fotos sentada no banco da penteadeira e as fotos ficaram lindas!

Quando fiquei mais mocinha a penteadeira passou a ter um outro significado. Eu passava horas ali em frente escovando os cabelos e sonhando com o garotinho da escola. Tudo o que eu queria era ficar linda e bela para ele e com isso eu contava com a ajuda da penteadeira. Os batons e sombras passaram a ocupar uma das gavetas que mamae me deixou usar e eu descobri um mundo de sonhos e fantasias naqueles espelhos, sentada naquele banco...

A Viviane já tem uma penteadeira cor de rosa que ela ganhou de uma menina chamada Susi. Ela está agora com 10 anos e nao quer mais saber da penteadeira infantil. Quando vi o quanto a Viviane estava feliz com o presente, me lembrei da penteadeira da minha mae.

E sua mae teve uma assim também? Me conta aqui no Saudade nao tem idade.

E hoje temos novidades, cliquem em AQUI.


Atenção: É expressamente proibido a cópia deste texto e imagens sem a autorização prévia do autor.

25 comentários:

Beth/Lilás disse...

Georgia,
Na verdade quem teve foi eu. Comprei-a num antiquário alguns anos depois de casada e era lindinha, estilo art nouveau eu curti por muito tempo até enquanto morei em Petópolis. Depois, enjoei e dei-a para minha irmã que já deu-a para uma amiga, ou seja, já deve estar longe.
Mas, o que interessa é que curti um tempo e gostei muito.
Adoro móveis que lembram o passado!
bjs cariocas

Chica disse...

Sem dúvida minha mãe teve e a minha ,quando casamos, era mais moderna,mas tive também.beijos,tudo de bom,chica

Amanda Luna disse...

Minha mãe não ,mas uma tia bem próxima e querida tinha uma e em cima ela colocava toda a sua maquiagem, me lembro de que quando era criança eu ficava louca com essa penteadeira cheia de batons e outras coisas e, sempre ia escondidinha usar a tal maquiagem... depois eu aparecia na sala toda pintada (borrada) ela ria, mas eu me sentia um luxo...rrssss
beijão e passa lá no meu blog p/ ver como ficou a carinha nova dele!!!
sermulhereomaximo.blogspot.com

Anunciação disse...

Tinha e eu adorava ficar me olhando nela;e também limpava,rs

Camille disse...

Que linda peça, era de sua mae essa? Muito bacana, parece uma coisa art deco né? A da sua filha tb é linda. Eu estou aqui tentando me lembrar se minha mae teve uma penteadeirae onde eu ja vi alguma. Acho que minha tia H. sim teve uma que tinha um espelho pequeno todo rebuscado na parede e a penteadeira era uma coisa pequena alta. Quer dizer, estou supondo que era uma penteadeira por causa do espelho e da prateleira. Mas o engraçado é que nao lembro de ninguem mais que tivesse, mas esse nome faz sentido para mim. Anna Luiza teve uma mesinha de cabeceira ( criado mudo na lingua paulista, viu amiga carioca? Ja pensou: criado mudo?!!!) que tinh aum espelhinho em cima, mas grudado e bem pequeno, que ela ainda assim achava o maximo. Vai ficar na casa do pai. Triste isso ne? Enfim, o feriado aqui foi de Corpus Cristi. E ai,foi do que:? Religioso tb?
Bjos,
Cam

Pedrita disse...

adorei a penteadeira da sua filha. acho lindo esse móvel. beijos, pedrita

Sonia disse...

Não é para falar de penteadeiras - embora eu também tenha tido a minha. É para dizer que gostei muito do post anterior.

Poesia do Bem disse...

Minha mãe tinha um camiseiro kkk, que tbm tinha penteadeira aclopada.(risos)
venha conferir meu post sobre meio ambiente ações que nós mães precisamos educar nosso filhos dede bebês pra que sejam conscientes.Abraços

Cida disse...

Ah como voltei no tempo!!!

Quando era pequena, morava no interior, e minha mãe tinha uma penteadeira, de mogno bem escuro, com um banquinho forrado de veludo.
Foi em frente ao seu espelho, que me iniciei na vaidade, tentando passar os batons da minha mãe...rs

Quando tinha nove anos, mudamo-nos para a capital, e eu não me lembro mais dessa penteadeira... Acho que ela deve ter ficado prá trás...

Boas recordações! principalmente por me recordar de minha mãe!

Um grande abraço e tenha um excelente final de semana.

Cid@

Mel disse...

quando eu era bem pequena tb tinha uma,nem ligava pra ela. agora que vou casar e montar minha propria casa,decidi que vou querer uma no meu qrto!!heheh

Sonia H disse...

Georgia,
Nós tínhamos também uma em casa. Quando nos mudamos para Jacarepaguá, meu pai comprou móveis novos para toda a casa e hoje como lamento tê-la deixado para trás. Na verdade, eu era uma criança. Da mesma forma, penso na cristaleira de minha mãe. Ambas eram tão lindas!
Acho que na casa de minha tia ainda tem uma penteadeira antiga dessas, sabia? Do meu tempo de criança.
Adorei a da Vivi!
Beijos,
Bom domingo,

Gaspar de Jesus disse...

Georgia minha boa amiga.
Muito obrigado pela visita.
<desculpa mais uma vez a minha falta de tempo. Até ao final deste ano vai ser assim, mas espero ter mais tempo depois.
gostei de ver a Viviane mais a sua penteadeira cor de rosa.
Um beijinho para ela e outro para si.
Já tenho parte da encomenda pronta, estou tentando arranjar algo mais e enviar tudo junto.
VOTOS DE UM BOM DOMINGO
G.J.

Mari Amorim disse...

Georgia,
quando venho aqui,fico babando nas minhas saudades,minha mãe tem ate hoje,e ainda tem uma cristal-eira que foi de minha avó.Ela tem ate hoje a mesma linha de pensamento,que os filhos tem que aprender tudo.O que foi de grande valia pra nós.
Obrigada querida.
Boas energias sempre
Mari

Allan Robert P. J. disse...

Minha avó tinha penteadeira. Com duas mocinhas em casa, temos quase um salão de beleza, mas tudo em peças que possam ser transportadas do quarto para a sala ou para o banheiro. A caçula sabe tudo e ensina as irmã mais velha o que usar e como combinar roupas e sapatos. A mais velha, assim que acha uma oportunidade, foge antes da seção começar. :)

Aninha Pontes disse...

inha mãe não teve uma penteadeira, mas eu sim, quando casei.
Naquela época, comprávamos o dormitório, do qual fazia parte uma penteadeira. Que igualmente a de sua mãe, só servia para juntar quinquilharias, e dar trabalho para limpar.
Um beijo prá vc e as crianças.

Ivana disse...

Na nossa casa havia uma penteadeira sim, Georgia. E lembro dela muito bem! Uma vez a mamãe me contou que quando eu tinha uns 3 aninhos, elas tiveram que deixar a penteadeira mais alta com tijolos, sabe por quê? Porque eu me espichava toda e comia todos os batons que a vovó e a mamãe deixavam lá!
Beijos!

Alice Salles disse...

Saudades do teu blog!
Vou te contar que não tenho uma penteadeira, mas que dá vontade de ter, isso dá! Beijos!

Tucha disse...

Minha mãe tinha uma penteadeira parecida com a que foi postada, ficava chei de perfumes, depois ele entrou numa fase prática e deu fim. Nunca tive uma, acho que depois das suites, o armario da pia do banheiro virou ganhou a função.

Dalva disse...

Menina, as penteadeiras não deveriam ser abolidas nunca... É o melhor jeito de acondicionar nossas coisinhas:perfumes, escovas, maquiagem, bijous, etc. Lembro delas na casa de minha avó e de minhas tias. Já na casa de minha mãe não as tínhamos. É uma pena, são móveis muito bonitos!

Boa semana, querida.
Bjs.

Manifesto Interno disse...

Penteadeiras dão saudades e nos transporta em viagens que custamos a voltar,

Olá Geórgia,
não a via desde o meu último e extinto blog Esterança,
fiquei mais de ano fora da blogosfera, e estou voltando
com o Manifesto,

prazer em reencontrá-la!

Bjs!

Bergilde Croce disse...

Penteadeira é como uma espécie de fetiche feminino,rss!Também adorava mexer nos perfumes da mamãe expostos na sua e já mocinha ganhei um quarto todo rosa,inclusa a penteadeira estilo 'modular' que nem sei se se usa hoje,mas que vai permanecer pra sempre como o mais belo presente que meus pais me deram.Eita que lembrança e as fotos servem pra reforçar essa recordação.
Abraços,Bergilde

Maria Augusta disse...

Georgia, não me lembro de ter uma penteadeira no quarto da minha mãe. Mas minha tia tinha uma cheia de frasquinhos de perfume e desde aquela época eu já ficava fascinada por eles. Lembro de um que tinha a forma de um violino, até hoje me recordo do perfume embora não saiba a marca. A penteadeira da Vivi é linda, ela tem razão de ficar extasiada diante dela...principalmente porque pode ver seu rostinho lindo no espelho.
Beijos para você e uma boa semana.

Lunna Guedes disse...

A nona tinha uma dessas e minhas primas se revezavam na frente do espelho. Eu nunca dei a mínima. Pra mim era um objeto estranho que eu nunca irei ter e de fato não tenho. kkkkkkkkkkkkk
Eu nunca foi menininha sabe? Fui um molequinho que não gostava de batom, perfume, saia, vestido. Gostava de jogar bola e sentar na escada da frente de casa para ler com minha mamma. kkkkkkkkkkkk
Bacio

João Menéres disse...

LINDA, MUITO LINDA, a VIVIANE !!!

Um beijo para as duas.

Ana Filipa Oliveira disse...

Na casa dos meus avós havia a dita penteadeira. Eu achava muito engracado, mas retro. É engracado como as coisas saiem de moda!? Agora na loja de móveis deve ser difícil encontrar, nao?