Você faz toda a diferenca!

quarta-feira, 18 de outubro de 2006

Deus É Fiel.


Para quem vem acompanhando a minha tragetória de viagem ao Brasil, conhecia as minhas ansiedades em relacao a esta viagem. Desde 2002 nao vamos ao Brasil e a saudade era grande demais e minha dor era imensa por saber que essas férias seriam tao curtas, apenas 14 dias. Só de pensar no número me deixava triste, pois queria mais. Mas, Deus é fiel, chorei aos seus pés a minha dor e reclamei com Ele às muitas vezes que morri só de ficar esperando para rever os meus. Foram 14 dias intensos. Muita emocao, lágrimas só na saída, na chegada sorrimos demais de tanta felicidade, muitos abracos. Queria saber colocar as fotos aqui para vocês verem, mas nao sei fazer isso nao, talvez um dia quem sabe. Vou tentar relatar desde a nossa saída por aqui. O vôo noturno foi maravilhoso e chegamos ao Rio de Janeiro às 5:35; minha amiga Bete, o marido Eliseu e o filhinho Daniel com 28 dias de nascido estavam nos esperando no aeroporto. Gente, que emocao! Também minha amiga virtual do orkut Haja veio para nos conhecer. Viajou 2 horas de ônibus de linha nem dormiu, pois nao dava prá dormir disse-me ela. O abraco foi bem apertado e ficamos ali todos nós conversando esperando meus pais chegarem num vôo da GOL que gracas a Deus nao caiu, pois naquela mesma madrugada havia acontecido um acidente com essa linha e que foi fatal para todos os passageiros.
Com a chegada dos meus pais foi outra festa e muita bagunca no aeroporto. Que nos via, sorria conosco, pois a felicidade de todos nós estava estampada em nossos rostos, vozes e sorrisos altos. Meu sobrinho chegou atrazado para nos pegar com uma Van, mas Deus providênciou um gostoso café na casa da Bete e do Eliseu e ali ficamos esperando pelo meu sobrinho. Chegamos em Cabo Frio por volta das 14 hs, famintos e um delicioso churrasco já nos esperava e uma cerveja bem brasileira para o Christian. Fiquei ao menos quase uns dez minutos abracada a minha irma e nós dancamos juntas e andamos abracada pela casa fazendo as coisas, nós nao queríamos desgrudar uma da outra. Churrasco vem churrasco vai e dai a campainha toca, era a mae brasileira que meu esposo conheceu há alguns anos atrás no Brasil. Minha irma e eu preparamos-lhe a surpresa. Quando ela apareceu na varanda onde o churrasco acontecia ele ficou parado, sem voz, só sorrindo sem fazer nenhum barulho e os olhinhos pouco a pouco enchendo-se de lágrimas. O abraco apertado e muito papo para ser colocado em dia. Primeira noite no Brasil, muito sono, dormi direto até às 4 da manha, no caso na Alemanha seriam 9 da manha, esperei o sol sair para dar-lhe bom dia da varanda do apartamento onde ficamos. Somente ele e eu estávamos acordados. Foi MA RA VI LHO SO.
Muita praia todos os dias. Água de côco já pela manha, pastel com caldo de cana à tarde e guaraná à noite. Na praia peixe frito, camarao, bolinho de aimpim com carne-seca, biscoito de vento, milho cozido, queijo grelhado, gente só nao engordei porque caminhava mais que uma hora por dia. COMIIIIII tudo que estava escrito na minha lista, podem acreditar. Compramos tudo o que estava na lista e mais algumas coisas, como cordoes e pulseiras da feirinha, decoracao prá casa, biquinis novos, cangas de praia, camisetas, vestido, saia, uma infinidade de coisas que só o MEU BRASIL tem.
Primeiro domingo no Brasil, foi com muita emocao que fomos à igreja, louvar e adorar a este Deus a quem amamos. Christian precisou ficar com as criancas e entao fomos minha irma, Cindy sua filha e eu, minha mae e meu pai. O culto foi uma bêncao e a promessa de Deus de curar os nossos desertos. Amamos a mensagem, sentimos que ela foi direcionada para nós. Pois quem mais poderia conhecer melhor o nosso deserto? Àquele que É Fiel.
Para finalizar Simone minha amigona já há mais de 12 anos ligou de Sao Paulo dizendo que iria viajar à noite de ônibus para chegar onde estávamos pela manha, que iria ficar conosco uma noite e viajar de volta no domingo à noite para trabalhar direto na segunda-feira. SI TE AMO, AMIGA. Adorei a surpresa. A emocao foi tanta que nao ouvimos o despertador tocar para irmos à rodoviária já cedo para buscá-la e Christian chegou lá atrazado. Rimos muito.Papeamos muito, trocamos os presentes e por conta de tantas alegrias fiquei 3 dias de enxaqueca que me ama e nao pode viver sem mim, tudo bem.
Mas Deus é mesmo Fiel. O dia da volta chegou e nós deixamos de dormir no apartamento que alugamos para dormirmos na minha irma, pois queríamos passar à noite papeando. Desta vez sofri menos com a despedida, pois eu ficava já um dia antes chorando sem conseguir me controlar. Choramos no abraco de adeus, mas traqüilas pois, tudo o que vivemos ali foi tao intenso que nossas necessidades foram supridas e a promessa de nao mais esperar 4 anos mas sim ao menos a metade disso. Para isso, já planejamos que em abril de 2008, iremos passar a Páscoa juntas.

Um grande abraco

Atenção: É expressamente proibido a cópia deste texto e imagens sem a autorização prévia do autor

3 comentários:

Jady disse...

Eita que o negócio deve ter sido bom mesmo!!! Dá pra imaginar tudinho ;-) E esses são momentos que o tal do mastercard só "ajuda" a pagar kkkkk

xêro grande e que muitos momentos desses se repitam!!

simone disse...

Foi realmente muita emoção, eu fiquei pensando muito se iria ou não a Cabo-frio, por conta de trabalho,mas por fim ouvi meu coração e falei VOUUUUUUU SIM.Deus ajudará a pagar as contas e organizará os horários e Ele realmente fez isso mesmo, aliás fez melhor, como sempre.
Amiga tb amo muito você e foi um grande presente reve-la e conhecer seus filhos, esse encontro me deu forças pra me organizar e ir aí visitar vcs.Bem como me organizar empenhar,e orar mais para ter os meus filhotes.Sempre digo e repito conhecer vc é uma grande benção em minha vida, pois sua vida é pra mim a prova mais concreta da fidelidade de Deus.bjs. Até breve.Si.

Mari PAV disse...

Amiga, esse foi um dos posts mais emocionantes que já li por aqui 😘 Uma Páscoa abençoada para vc e os seus!