Você faz toda a diferenca!

terça-feira, 7 de maio de 2013

Quando a puberdade chega que caminho os pais devem seguir?

Tenho recebido alguns emails de algumas  amigas e amigos dos blogs preocupados com o meu sumisso, estamos todos bem, nao precisam se preocupar mesmo, e eu agradeco o carinho da preocupacao e amizade de vocês. O caso é que ando desmotivada a ficar aqui na internet. Tenho trabalhado muito e com isso também sem tempo para postar ou visitar os amigos.

O inverno foi longo. Comecou em outubro e só acabou agora final de abril quando ninguém mais agüentava frio, neve, chuva fria, ventos e céus escuros durante 6 meses. Ninguém é de ferro e eu muito menos... Tudo isso desanima muito uma carioca de sol e praia como eu, rs.
O Daniel está na puberdade e dando um certo trabalho nos estudos. Falta de concentracao, desanimado, parte disso também por conta do longo inverno
Dar atencao ao filho na puberdade requer tempo, e leituras sobre o assunto, é uma fase difícil e cada um passou a sua e nós sabemos como é. Tudo isso merece nossa atencao pois é aqui que se decide que profissao estudar e como seguir este caminho. Eu acredito quando os pais sao bem presentes nesta fase, eles recuperam bem os outros problemas que vao surgir. Mas pais ausentes, sao problemas à vista e maus resolvidos com conseqüências muitas das vezes desastrosas.

Tem a Viviane com o probleminha da fala que vocês já sabem. Ela fala tudo e bem mas para nós, mas para a escola nao é suficiente e olha que ela nem fala o Português, a nao ser alguma palavras soltas. Mas ela tem uma deficiência em memorizar e ai o trabalho é enoooooorme, me acreditem. Minhas horas voam e eu nem percebo.
Fora o quê nao temos empregada nem diarista, tenho mesmo que fazer tudo e isso tenho sentido que nao dou mais dando conta como antigamente, rs. Ou as forcas me faltam ou é mesmo a vontade. Acho que os dois juntos, rs.

Por isso, resolvi postar uma ou duas vezes no mês aqui no blog, assim nao me cobro muito as visitas. Tenho entrado no FB, porque é lá que minha mae e irma vao diariamente, mas aqui no blog elas nem passam, nem de raspao. Entao, para saber noticias...somente por lá.

Muito obrigada pelo carinho da tua amizade, eu tô na área, pode deixar, rs.

26 comentários:

Andréa Motta disse...

É, os meninos estão crescendo. Vou torcer para que tudo seja resolvido. Beijos!

Dribook disse...

Querida acredite pensei em vc antes de ler este post!! Amigos são assim não é? Longe ou perto coração sempre junto!!
O mais importante é continuar com seu amor e tudo passa. Nunca se cobre e nem se doe demais...eles (nossos filhos amados) precisam obter as experiências por conta própria. Beijos e FORÇA!!!! Ah! E curta muito o SOL que devagarinho vai esquentar vcs aí!!

Pedrita disse...

estava preocupada com sua ausência. q bom q é por trabalho. sempre leio e vejo matérias pelo excesso de sono dos jovens nessa idade. vi psicólogos e orientadores falando q é normal eles dormirem muito mais e q é até aconselhado pra ajudar nessa transição e na concentração. eu tenho uma diarista que vem uma vez por mês e isso ajuda. qd morava com minha família volte e meia não tínhamos ninguém pra ajudar e todos tinham funções domésticas pra casa ficar mais organizada. beijos, pedrita

Georgia Aegerter disse...

Andréa, é isso mesmo, as criancas crescem e nós crescemos juntos.

Dri, entendo o que vc diz. É claro que estamos deixando as asas crescerem, mas pôdá-las em algum momento tb é preciso. Bjos

Pedrita, minha amiga, inspiracao para este post, rs.
Estou procurando alguém assim para vir uma vez na semana, porque as tarefas de dona de casa nao acabam nunca...
Quanto a ter muito sono, isso nao é o problema o problema mesmo é nao querer ir pra cama, ahahhaha, o que tb vale e pode mas nos fins de semana, a confusao maior é mesmo durante a semana porque nos fins de semana a corda fica mais folgada.

bjos e obrigada pelo carinho da tua amizade.

✿ chica disse...

À medida que crescem, as responsabilidades aumentam e nós também temos que exigir mais deles. Bem justificada tua ausência! beijos,FELIZ DIA DAS MÃES! chica

Pedrita disse...

georgia, realmente essas mudanças de horário na juventude atrapalham mesmo. e é mais difícil colocar limites. alguém pra ajudar nem q seja a cada 15 dias já ajuda bastante.

Bel disse...

Geo, a cada problema se segue uma vitória! Você consegue!!!

Quanto ao sumiço... eu tb tenho rareado meus posts, o FB tem resposta mais rápida, e não preciso pensar demais pra postar. Mas o blog é sempre o blog, o divã particular, o lugar onde somos quem somos, sem muita frescura... Enfim, mesmo rareando, não largo por nada!

Beijo enorme, saudade...

Bel

Li Ferreira Nhan disse...

Georgia conheço bem tua rotina... A minha (como essa) ficou pra trás... Os filhos, nossos tesouros, tem prioridade sempre!
"Força na peruca"!
Beijos, pra vc e para os filhos!

Nina disse...

Tá mais que compreendida, o inverno foi mesmo, longuissimo, enjoou aquele tempo chaterrimo ,qd a gente pensava que iria melhorar, la piorava tudo de novo,um pé no saco de verdade!

e os filhos, ah meu Deus, sobre isso te entendo viu? nao é facil! aqui em casa, os problemas estao iguais com meu adolescente, ele tá mal na escola de novo, nem material leva pra aula, so quer parecer cool,e levar bolsa escolar nao é cool ai ai ai, dificil!

Bjs e sorte querida

Georgia Aegerter disse...

Nina, sabe qual é a última moda por aqui nas escolas?

Tirar notas baixas é coooool!!!

Esse negócio de tirar boas notas já era.

O meu nao falou isso, pois sei que ele sabe muito bem os pais que tem, mas um amigo...

Bjos

Sandra disse...

Geórgia, vc tem razão, o último inverno foi de lascar!! Nossa, pensei que eu não fosse sobreviver, rs...
Desejo a você toda a sabedoria (mas isso vc já tem de sobra), serenidade e paciência para lidar com essa fase do seu filho. Ela passará mas a ajuda dos pais neste momento é primordial e você está certa em se doar aos seus filhos também neste momento. Não se preocupe que os seus amigos da blogosfera te entendem. Volte quando puder e boa sorte com tudo por ai. Bjs

Lulu disse...

Georgia, bom saber noticias suas.
Espero que esses probleminhas com Daniel e a Viviane passem logo.
Big Beijos

Beth/Lilás disse...

Ô minha querida Georgia, amiga de longa data!
Quando eu percebo que alguma de vocês que sei que são assíduas nos blogs, dão uma sumidinha, nem tenho coragem de ficar perguntando ou cobrando, pois sei que amam blogs, são mais queridos do que o Face, mas o blog demanda tempo para organizar melhor as ideias, né?
Os meninos são assim sempre, o meu Daniel foi igual e ainda dá um certo trabalho, mas o que importa é o que eles têm na essência e o seu está muito bem preparado, portanto o jeito é ter paciência com o bichinho, logo ele sai desse casulo.
Um grande abraço carioca outonal.


Sheila Zanella disse...

Geórgia querida!! coincidencia ainda ontem pensei em ti e me lembrei do post que tu estaria viajando por 2 semanas, num seminário...como estou perdidinha no tempo, me pareceu que foi ontem, mas agora vi que faz algum tempo..Realmente esse inverno foi longo, aqui o verão é quase imperceptível, sempre chovendo e frio...já estou meio cheia disso...e também está afetando meu astral e saúde...sei lá o que fazer...
Beijinhos
Sheila
http://www.vidasuculenta.blogspot.ie/

Beta disse...

Realmente amiga, as vezes as coisas embolam um pouco né...
E o blog de livros? pararam de vez?

O tempo voa né? Quando tivemos o primeiro contato eles ainda eram pequetitos...

bjkas querida.

Beta

Claudia Kazete disse...

Oi Geo!

Eu sei muito bem como é esta tal fase da puberdade... minha filha já passou (foi tudo dentro dos conformes), agora é a vez do meu filho do meio... Acredito que com muito amor e atenção tudo se resolve sem grandes traumas.

Fique bem, mulherão! :) rsrsrs

Sempre que tiver um tempinho... volte para dar notícias, porque mesmo não te conhecendo pessoalmente, tenho carinho e muita admiração por vc!

Bjs! :)

Bergilde disse...

Tens razão há tempo pra tudo de acordo com as prioridades que vamos estabelecendo.Também estou menos frequente na Internet.
Um abraço amigo pra você desejando um super feliz dia das mães!

Tucha disse...

Querida, fique super a vontade e invista na sua vida e no cuidado com os filhotes e no maridão. Compreenderemos. Lhe acompanharemos no FB que é mais dinamico. Um beijo grande.

Camille disse...

Que bom que voce reapareceu entao. Olha, tenho dois filhos em idades bem diferentes, e nunca vi um filho que nao tivesse um probleminha. Depois passa e eles esquecem. Anna tem uma questão com a audição/informação cerebral que provoca diversas outras dificuldades, todas superaveis e superadas. Mas é um esforço a mais sim. Espero que a Viviane fique bem.
Estou viajando semana que vem, casamento da minha irmã. Adoraria encontrar voces. Vou passar 5 dias inteiros na França. Que tal uma voltinha? Super beijos e bom dia das mães brasileiro!!! Cam

Allan Robert P. J. disse...

É isso, Georgia. Quando a vida off line pede, temos que dar atenção.

Feliz Dia das Mães!

:)

rose disse...

Georgia, saudades de voce e seus posts!
Bom saber que estao todos bem! Essa idade e' fogo, ne. Por aqui e' "moda" achar que podem voltar 'a era da pedra e fazer gato e sapato, desrespeitar o proximo, os pais, tuuudo o que e' considerado falta de educacao, "aproveitando" que nao estao na maioridade, acha!!! Eu pego pesado aqui em casa, rs.

Fiquem com Deus! bjOs

Beth Blue disse...

Nossa Georgia, nem me fale em adolescente! Tenho um aqui em casa que tem me dado trabalho. E nem é na escola não (felizmente as notas são boas), é em casa mesmo! Faz bagunça, joga roupa suja no chão, não arruma os games (porque agora é só Xbox viu?) e por ai vai...enfim, coisas típicas de adolescente. Liam completou 13 anos final de abril e estamos em plena adolescência aqui em casa. Só mesmo com muito amor e paciência, né?

E eu entendo sau falta de tempo para blog, internet e afins. Eu ando cada vez com menos saco e olha que sempre curti demais o meu blog! Mas os comentários diminuíram (as visitas não) e eu perdi o pique! Por outro lado, também fazia tempos que não vinha visitar o seu blog né?

Enfim, a gente vai levando! um abraço

Mimirabolante disse...

é,é a vida!!!e nunca estamos preparados para este crescimento dos nossos filhos!!!achamos que somos donas da verdade e não é bem assim!!mas,vc é uma pessoa centrada e que tem Fé!!!Que Deus te ajude e ilumine nesta nova caminhada !!!Que tudo seja passageiro!!E que a sua família seja e esteja sempre feliz!!!mil beijocas

sonia a. mascaro disse...

Olá Georgia,
Fico contente ao saber que está tudo bem com vocês.
Cada fase da vida tem seus desafios, mas como você é uma pessoa inteligente, muito sensível e também presente na vida de seus filhos, tudo ficará bem certamente.
Feliz Dia das Mães para você e para sua mãe.
Beijos.

Marianna disse...

Querida Georgia,

Super te entendo...Tempo anda curto por aqui tmb, rs...E principalmente agora que finalmente parece que vai esquentar, temos estado cada vez mais e mais ao ar livre e ai a net, sem duvidas, fica para depois...Mas, os amigos, como vc, cultivados nesse meio, ficam guardadinhos aqui no coração :-)

Vc comentou que a filhota nao fala Português, porem, imagino que ela compreenda o nosso idioma....Meu Benjamin fará 3 aninhos em Junho e agora que soltou de vez o seu blá, blá, blá, mas na maior parte do tempo em Alemão. Se comparado a crianças da mesma idade, mas não bilingües, como ele, "pode ser" considerado um desenvolvimento "retardatário", mas não e, pois o fato de a criança estar exposta a mais que um idioma faz com que ela leve um tempo a mais para assimilar ambos e naturalmente se comunicara com mais intensidade naquela língua em que esta mais exposta...Não e o caso da Viviane?

Com o Daniel, sei que vc tira isso de letra...Com calma e com alma :-)

Um beijo, com carinho,
Marianna

Lúcia Soares disse...

Georgia, também estou ausente, desmotivada. Fico mais no FB porque ele é rápido, você lê, comenta, recebe mensagem de volta e acabo me distraindo por lá mesmo.
Filhos são motivo de preocupação em todas as idades, lamento lhe dizer! rs
Mesmo quando somos pais severos, presentes, ainda assim eles são eles e apresentam-nos suas diferenças, ao longo dos dias.
Mas tudo se ajeita, também, o que não podemos é desanimar.
Quanto a cuidar de tudo sozinha, em casa, crianças, etc. (por mais que maridos ajudem, o custo maior é para nós!) quanto mais o tempo passa menos nos animamos, o que é natural. Chega uma hora que o que mais se quer são as famosas "sombra e água fresca".
Sucesso aí, com as crianças, pois tudo se ajeita.
Beijo!