Você faz toda a diferenca!

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Falando abertamente sobre relacionamentos


Ontem, fizemos 20 anos que nos conhecemos.
Marido chegou em casa com flores. Nao é muito o estilo dele sair carregando flores mas ele de vez em quando faz quando eu comeco a reclamar com ele que faz tempo que nao recebo flores.
Uma vez eu disse a ele que sao "flores da reclamacao" e que elas nao me faziam bem. Mas com o tempo de convivência aprendi a ver o quanto ele me dá flores todos os dias de uma maneira diferente.
O caso é que nós mulheres idealizamos  as "flores" ou talvez os "chocolates". Mas quanta coisa muito mais importantes nossos maridos fazem e que a gente nem se toca?
Postei ontem no Facebook a foto das flores que ele me trouxe e uma grande amiga escreveu assim:
" É motivo de orgulho poder falar isto, principalmente no mundo de hoje. O mais bonito é ver a harmonia que existe entre vocês e o "fofo" da paixao que parece ter até aumentado com o tempo. Que Deus conserve assim.Beijos"
E essas palavras dela ficou aqui dentro querendo dividir com vocês que ter 20 anos juntos com alguém há muita coisa pelo caminho. Nao foi só felicidades. Foram muitas lutas. Muitas decepcoes, pois a gente espera tantas coisas da outra parte e que elas muitas das vezes nao acontecem.
Aqui em casa foi difícil em relacao a adaptacao do país, da língua, cultura, educacao diferente,  temperatura fria onde o sol poucas vezes aparece. Gênio alemao do marido onde algumas vezes fiz as malas querendo voltar. Até que um dia eu me perguntei para onde eu queria caminhar? Como eu queria caminhar? Quem eu queria nesta caminhada?  E ai, comecei a investir no meu relacionamento com o meu marido. Passei a entender que eu nao preciso discutir com ele cada coisa chata e mesquinha que acontece no dia a dia, aprendi que nem sempre preciso contar pra ele tudo e que ter as minhas coisas só para mim ou para uma amiga faz parte do meu individualismo que nao deve ser tocado por uma outra pessoa.
Aprendi a esperar. É, se você pede uma coisa para um alemao, ele só vai fazer quando ele quiser. Talvez os homens sejam assim, mas eu nao conheci muitos, rs.
Meu marido precisa de muito tempo para uma decisao. Até mesmo se eu quero pintar uma parede da casa ele precisa pensar sobre isso muito tempo. E isso para uma brasileira é catastrófico porque nós estamos na maioria das vezes muito mais na frente com as nossas fantasias. 
Tive que aprender a nao perguntar como foi o dia de trabalho dele na hora do jantar ou antes de dormir. Melhor talvez durante o dia dá uma ligadinha e perguntar como o dia dele está indo. E isso eu faco há 17 anos e quando eu nao ligo ele me liga.
Nem sempre houve harmonia, como a minha amiga escreveu. Já tivemos fazes que nos perguntamos se deveríamos continuar juntos, se deveríamos fazer uma terapia de casal, porque o peso ficou pesado mesmo. E eu como brasileira temperada que sou, queria chutar o pau da barraca, é porque paciência por aqui é um caso a ser comido com garfo e faca e bem devagar para surtir efeito.
Mas ele segurou as pontas, como a gente diz. Ele é mais controlado e nessas horas preferia sair do local para que a coisa nao esquentasse mais e esperava a minha raiva passar. Sim, uma das partes tem que ceder quando o calderao de óleo está fervendo.
Nesses 20 anos de conhecimento um do outro aprendemos a pedir desculpas. Isso é muito importante num casal. Muitas das vezes nao queremos fazê-lo de boca e fazemos com nossas acoes ou mudamos nossas acoes para assim demonstrarmos que nos arrependemos. Nós mulheres temos a mania de dizer que nao adianta nos pedir desculpas se a pessoa nao muda. Que para nós é mais importante a mudanca. Muitas das vezes essa frase é só de mentirinha. O que queremos mesmo ouvir e com todas as letrinhas é um pedido de desculpas e reconhecimento que o outro errou, que o outro se enganou.
Mas nós também precisamos aprender a ler a necessidade do companheiro e muitas das vezes a necessidade dele é de ouvir o nosso reconhecimento através das nossas palavras. 
Entao temos que deixar o orgulho de lado e pedir desculpas. Isso acalma tempestades me acreditem.

Com a vinda dos filhos, nosso tempo ficou dividido e tivemos que nos adaptarmos as novas regras nas nossas vidas e eu digo com muita sinceridade que filhos podem unir o casal por um momento mas que no dia a dia os filhos mais nos separam que unem e é preciso estarmos atentas para lermos as necessidades do marido. 
Mesmo estando casadas nossos maridos têm necessidades de homens e nós por sermos maes esquecemos que somos em primeiro lugar "Mulheres". Vi neste periodo o quanto um casamento pode falhar e fracassar se a mulher nao segurar mesmo a peteca e se o homem nao for consciente da atual situacao. Se seu marido comecar a reclamar contigo sobre o tempo que você se dedica ao filho, comece a planejar a sua agenda onde o seu marido venha em primeiro lugar, porque o risco de que ele se vá é grande e você tem mesmo que mudar a sua agenda.
É preciso querer continuar juntos nessa caminhada para que tudo vá dando certo pelo caminho. Para que o Amor possa ter a oportunidade de crescer.

Abracos



25 comentários:

Fatima Cristina disse...

Oi Georgia,
Parabéns pelo post sincero e pelos 20 anos de relacionamento.
Eu e Darling também completamos na semana passada 22 anos de relacionamento. Uma vida! Bem vivida e como a sua com alguns dias de "tempestades e questionamentos", mas que ultrapassamos com maturidade e além de tudo amor.
Beijos!

Jota Sena disse...

Bom dia Georgia!

Viver á dois é dificíl, porque cada qual tem lá sua maneira de ser... mas em meio a uma convivência se existir a comprieenção, tudo fluira a contento para os seres ali envonvidos.

Abraços; e parabéns ao casal por saberem lidar com os perrengues que surjem para extragar a boa convivência de quem quer ser feliz.



✿ chica disse...

Lindo e sincero post. Eu considero o primeiro ano, o mais difícil.

Hoje, olhando pra trás, depois de 44 anos de casados, tenho essa certeza.

A adaptação, dividir espaços, acostumar-se a ouvir a respiração ao nosso lado enquanto dormimos...Tantas coisinhas...

Eu não conseguia ouvir a respiração do kiko. Me atrapalhava ,rs

E temos, como em tudo na vida, que ter habilidade e essas devem vir dos 2 lados.

Acomodação, não, mas respeito ao outro.

Assim o companheirismo ,cumplicidade, tudo aumenta e o amor cresce cada vez mais! beijos,tudo de bom,chica

Mimirabolante disse...

Adorei !!!
Estou com o meu marido há 40 anos( 33 de casados ) e sinto que ganho flores e bombons todos os dias.......ainda mais com os filhos maravilhosos que temos !!!Parabéns querida!!!!

Mimirabolante disse...

Adorei !!!
Estou com o meu marido há 40 anos( 33 de casados ) e sinto que ganho flores e bombons todos os dias.......ainda mais com os filhos maravilhosos que temos !!!Parabéns querida!!!!

Bel disse...

Geo, parabéns pelo aniversário, mas especialmente, parabéns pela sinceridade e pela maneira de colocar as coisas. Só quem conhece o "gênio alemão" é que sabe o quanto a carioca precisou se adaptar...
Beijos e que Deus abençoe vocês SEMPRE!

Bergilde disse...

Amar é tão bom,tão bom,tão bom...como diz uma canção romântica brasileira.Entretanto, requer seus sacrifícios e casamento é isso também.Achei muito boa a sua reflexão e espero chegar lá com saúde e energia para comemorar também.
Feliz aniversário pra vocês!
Bom dia,

Pedrita disse...

Parabéns pelos 20 anos q vcs se conhecem, que lindo! acho q o difícil é entender o tempo do outro. tem pessoas mais rápidas q resolvem tudo rápido, fazem tudo rápido e não dão tempo para o outro agir no tempo dele. realmente há perguntas q começam a ficar mecânicas então é bom mesmo falar de assuntos variados e diferentes. tb tem gente q gosta de ficar em silêncio, meu pai é assim. e nossos silêncios são incríveis. aprendo muito com eles. principalmente a desacelerar. realmente há mulheres q se afogam nos filhos e não arrumam tempo para o marido. ou o marido q se afoga no trabalho e não arruma tempo para a esposa. sempre namorar é importante. pq se não nos afastamos um do outro. é claro q tem períodos q os filhos precisam mais, mas são períodos de começo, meio e fim. não podem ser eternos. adorei o texto. beijos, pedrita

Li Ferreira Nhan disse...

Em se tratando de relacionamento eu conto em dias; é no dia a dia mesmo!
Vocês já viveram mais de 7300 dias! Que venham muitos e muitos mais!
Parabéns aos dois Geórgia!
Beijos!

eu ultrapassei a marca dos 13140 dias; haja fôlego!
;)

Bia disse...

Ge a gente conversa muito por email, entao vc sabe muito bem que eu consigo me ver em muitas linhas desse seu texto, apesar de não ter os 20 anos de relacionamento...

Relacionamento é isso mesmo, tem seus altos e baixos, os DOIS tem que lutar muito para que as coisas deem certo se for isso que os DOIS querem, pq não dá para lutar sozinho ou sozinha... se o peso é mais pesado de um lado a corde se quebra. :)

Viver com alguém com a cultura diferente da que fomos criados, eu acho que requerer esforço dobrado, pois as vezes nao tem conversa que faça o outro entender muito bem o nosso ponto de vista só pq a situação eh diferente na cultura dele ou a criação da pessoa também.

Parabéns as 2 pelos 20 anos, e que venham muitos mais!
bjos

Maman B... et ses petites crapules disse...

Ge;
Parabéns pelos 20 anos ao casal. ao meu marido nunca peço flores ou chocolates. Nunca espero que ele me agrade pq ele nao sabera. Meus gostos sao tao bizarros e sempre quando quero uma coisa ou algo (um carinho ) vou la e peço e ate hoje a maior prova de amor que ele me da é aguentar minha bagunça e la se vao 13 anos !!!rsrs
Mas adorei seu post. bjs.

Roseli Pedroso disse...

Lindo e comovente texto sobre relacionamento. Sua sinceridade em expôr as dificuldades do dia a dia me agradou muito. Sei o quanto é difícil viver a dois mesmo não tendo ainda essa experiência. O que tenho tido são apenas um suave esboço do que é a realidade. E no entanto, já estou aprendendo e muito. Parabéns ao casal que investiu na companhia e crescimento unidos em todos os momentos da vida. Foi a escolha que fizeram e hoje, só têm a festejar. Parabéns!
Bjs

Pêtra disse...

Concordo contigo, mesmo tendo somente 4 anos de relacionamento...
Meu alemão é bem parecido com o seu, ele precisa de tempo para pensar nas decisões a serem tomadas, ele também me deixa sozinha para acalmar os ânimos, ele também só faz as coisas que peço quando ele quer, hehehe....
Quanto aos filhos eu ainda vou aprender, mas o nosso relacionamento é assim mesmo um aprendizado a cada dia!
Um beijo e parabéns pelos 20 anos!!

Lunna Guedes disse...

É minha cara. É uma vida inteira. Muito bom contar os dias assim, dessa maneira linda. Flores da reclamação? rs O mio amore não me dá flores, me dá sorrisos, olhares, palavras. Estamos na metade do caminho. Faremos dez anos juntos e quando penso nisso fico me perguntando "como foi que demos tantos passos?". rs
Estamos aqui, vocês aí e vamos caminhar, lado a lado.
Meu sorriso feliz por vocês dois.
bacio

Allan Robert P. J. disse...

Parabéns pelos 20 anos!
Tive sorte, conheci a Eloá. Estamos casados há 26 anos e somos felizes.

Uma relação nem sempre é fácil, mas como você reconheceu, ceder, perdoar, respeitar e - acima de tudo - amar, faz com que a união dê certo e seguimos pela vida juntos.

:)

Dribook disse...

Parabéns pelo amor!!! Meu love não gosta de me dar fores mas me trata como se fosse uma!! Também ai dele se não!! rsrsrs Beijo Grande!

João Menéres disse...

VAMOS FAZER 49 DE CASAMENTO,GEORGIA.
MAS, CONTIGO, EU APRENDO SEMPRE !

UM BEIJO MUITO AGRADECIDO E PARABÉNS PELOS VOSSOS 20 !!!

Sandra disse...

Parabéns pelos 20 anos Geórgia! E que venham muito mais!
Muitas pessoas as vezes tem uma visão muito distorcida da realidade de quem se casou com um estrangeiro, algumas pensam que vivemos num constante glamour porque moramos em outro país e tal, mas o fato é que conviver com alguém com uma cultura bem diferente da sua requer muita paciência e esforço de ambos. Nem tudo são flores, mas é a gente tem que adubar o terreno para que elas brotem! Bjs

Gisley Scott disse...

Não apenas sinceridade mas muita realidade e maturidade nesse post.O melhor de tudo é que vocês viram, atestaram e confirmaram com o passar do tempo que ainda é melhor ser dois :)

Bjs

Tucha disse...

Os relacionamentos são mesmo um processo, temos que estar sempre construindo-os, e em dupla, uma co-construção. Que tem crises,grandes momentos de encantamento, brigas, beijos enfim...
Parabéns e que vocês consigam sempre formas de descobrir com estar juntos com muito carinho, afeto e rosas.

Nina disse...

Ai Ge, que bonito.
Nao entendi o porque elas serem as flores da reclamacao... sorry.

Primeiro: eu adorei a cor intensa da parece, foi a primeira coisa que notei. Lindona!

Nossa, meu marido é diferente, geralmente ele decide coisas bem rapidamente,mas acho que ele andou aprendendo comigo que deixo o bichinho algumas vezes contra a parede. Ganho flores e bonbons de vez em qd e qd demora, eu reclamo ahahaha

Mas vc tem toda razao qd diz que só enxergamos o que queremos, eles fazem tanto por nós, meu Deus, tanto! Eu tenho gracas a Deus uma marido maravilhoso, afinal, mereco, depois de tantos anos que ja sofri com outros homens, nao tao companheiros assim, mas assim como o teu alemao, o meu tbm pode ser bem complicado, mas aí ne Ge? somos nós tbm que devemos fazer nossa parte que cabe na história. Só reclamar dos camaradas, nao dá mesmo.

Mts anos de vida a vcs, que sao mesmo um casal que inspira paixao, amor e respeito, um pelo outro.

rose disse...

Parabens pelos 20 anos juntos, Georgia!!

Como sempre amei o post cheio de sinceridade e realidade!
Na verdade nao pensei que houvesse essa reclamacao dos homens apos o nascimento dos filhos, depois de muitos anos no Japao pensei que fosse uma caracteristica tipica daqui, onde as mulheres tendem a se tornar uma estatua de ferro e os maridos apenas uma fonte de dinheiro e estabilidade pra elas.

Parabens por ter conseguido driblar tanta dificuldade, pela maturidade nessas fases! Mais um motivo pra te admirar e aprender com seus posts!

Que venham mais muitos e muitos anos juntos com a bencao de Deus! bjOs

Lúcia Soares disse...

Georgia, afinal esse texto nada mais é que uma linda declaração de amor pelo seu Christian.
Casamentos não são fáceis, via de regra.
É preciso que haja mesmo investimento de ambas as partes. Um só lutando, dá me nada.
Filhos, muitas vezes, podem ser até motivo de desunião, se não soubermos como levar a vida. Mas sã a benção de um amor, quando este é maior do que tudo.
Sou casada há 38 anos. Nunca foi fácil. Mas se continuo é porque o amor vale a pena.
Desejo a vocês mais outros 20 e mais 20. É sempre bom pensar que temos alguém para dividir os sonhos.
Beijo!

sonia a. mascaro disse...

Parabéns e muitas felicidades para vocês!
Um belo texto, Georgia!
Beijos.

Marianna disse...

Querida Georgia,

Aqui tmb tivemos alguns problemas similares...Deus esteve no controle e tem feito um milagre diario em nosso lar :-)

Beijo do Allgau,
Marianna