Você faz toda a diferenca!

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Meninas de 30 livro da Jornalista Roberta de Souza

 Eu amei o marcador de livro. Um livro de ponta a ponta feminino.
Parabéns Roberta pelo bom gosto em tudo. Texto 1.000.

Eu li há uns anos atrás "Mulheres de 30" do famoso Honoré de Balzac e de como ele  marcou uma época com este seu escrito.
O  livro da Roberta de Souza conta divertidamente o que é ser uma garota de 30 neste século.
O peso que é carregar o dia a dia de uma mulher separada, que está na flor da idade, cheia de amor para dar, procurando alguém para amar e tudo o que encontra pela frente sao pessoas querendo apenas "ficar por uma noite".
O livro é delicado, espontâneo, pequenininho, leve,  divertido, feminino, profundo, singular e inteligente.
Todos nós temos uma "Doida" dentro de nós e ela explorou super bem esse personagem  e de uma maneira divertida.
Eu, se fosse ela sem modéstia nenhuma iria prá porta da Globo oferecê-lo para se tornar uma destas séries tipo "Mulher Invisível", aliás Meninas de 30 seria uma ótima série.

Um pedacinho do livro:

" Hoje a coisa tá estranha...é aquele desespero subindo, queimando tudo, como fogo em brasas... de uma mulher sozinha... "(pág 19)
" Já reparou como na hora do almoco pode acontecer de tudo?..." (pág 32)
"  Fiquei na dúvida, nao sabia o que escrever, fiquei com medo... mas decidi ser sincera." (pág 129)

Quer presentar alguém com um livro super prá cima?

Entao encomente o seu. O livro custa 15 Reais e vale viu gente.

Peça o seu! Escreva para editora.muiraquita@gmail.com

Mai informacoes AQUI.

Um grande e forte abraco

9 comentários:

João Menéres disse...

Deixo-te um beijo amigo, Georgia.

Elvira disse...

Oi Georgia.

Uma boa dica.
Bjs.
Elvira

Tucha disse...

Legal que alguém retrate está nova geração de mulheres com bom humor e inteligencia. Sucesso para o livro.

Jota Sena disse...

Bom dia Georgia!

Livros sempre são bem vindos...desejo que ela alcance seu objetivo.

Um abraço.

Pedrita disse...

deve ser bacana. eu gostei do mulheres de 30 do balzac, mas não é o meu preferido dele. amo ilusões perdidas. beijos, pedrita

Sissi disse...

Acredito ser aquele livro que qauqer mulher se intifica, jovem ou velha. Por que uma mulher de 30 já deve ter vivido e sentido muita coisa louca....Aprovado

Rebeca Cavalcante-Wilkerson disse...

G, vou fazer 28 anos em breve, mas já me sinto com 30!!

O q isso significa?!?!?! hehehe

Beijo e obg pela dica!

Rebeca
xoxo

Lúcia Soares disse...

Tenho uma filha de 33, separada, uma filhinha e há quase 4 anos sozinha, sem nem um encontrinho, pois está escaldada. E não encontra nenhum homem interessante. Vou comprar para lermos.
Beijo!

Day disse...

Oi, Georgia!
Parece bom o livro. Lendo seus comentários acabei lembrando da Martha Medeiros.
Abraço ;)