Você faz toda a diferenca!

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

As coisas mais difíceis num relacionamento amoroso são:

 Semana 41:

1) mentiras, perco qualquer confianca que eu possa ter.Seja na amizade ou particular.

2) reconhecer que tenho um gênio de cao e reconhecer que preciso pedir desculpa;

3) uma das partes do casal que é permanentemente crítica, que acha que sabe tudo melhor e que nao pode deixar passar nada sem sua opiniao, sao pessoas dificílimas de se lidar no dia a dia.

4) uma das partes do casal que vê tudo de  ruim nas outras pessoas, menos em si própria. Nossa, esse tipo de pessoa quero distância, porque elas sao prá baixo, sao negativas demais, sao pessoas ruins em seu coracao e delas quero distância.

5) uma das partes do casal que vive fazendo intriga. Faz intriga com a sogra, com a cunhada, com todo mundo na família, ninguém serve mais naquela família, todo mundo nao presta...
Ela quer o marido/namorado só prá ela e nao o divide com mais ninguém. Pensa que o marido/namorado virou seu escravo e boneco em suas maos ou vice e versa. Tem homem que também faz assim. Pensando que a mulher dele é exclusivamente dele.

Muitas das vezes estas coisas acontecem com um casal de namorados, com pessoas casadas, com pessoas que vivem juntos...

É preciso ter muito cuidado para que estas coisas nao minem os nossos relacionamentos.Ter alguém para se amar nao significa "castrar", muito pelo contrário.

Atenção: É expressamente proibido a cópia deste texto e imagens sem a autorização prévia do autor.

10 comentários:

Pedrita disse...

eu pensava agora em um problema familiar. de uma esposa q tem dificuldade de colocar o filho no outro quarto e está comprometendo a saúde do casal. eu tb odeio mentiras. acho q em qq relação é complicado. mas pessoas q sufocam o outro, acabam ouvindo mentiras pq o outro sabe q se for sincero terá brigas. concordo com pedir desculpas, mas tb o casal não pode se acostumar a pedir desculpas e pensar q pode continuar errando pq é só pedir desculpas né? a terceira é uma grande realidade. já vi muitas mulheres dizerem q o marido não ajuda, mas qd ele faz algo ela sempre critica. ou o contrário tb. a 4 é arrogância e prepotência. um dos itens da 5 é a posse, querer alguém só pra si e em geral surge por insegurança. só q quem sufoca como disse, acaba perdendo infelizmente. fazendo a todos infelizes, inclusive ele ou ela. eu acho q muitas vezes isso acontece tb em qq relação, de trabalho, de amizade, familiar, independente do casamento. nós somos imperfeitos. muitas dessas situações podem ser em menor grau, mais sutis, então realmente precisamos estar sempre atentas a elas. beijos, pedrita

✿ chica disse...

Conviver bem é dar espaço, dar liberdade e respeitar.Assim, teremos tudo de volta! beijos,chica

lili disse...

Casamento é paciência, paciência, paciência...

Ana Gaspar disse...

Oi flor...
concordo com você em quase tudo...
pois eu não tenho problemas em pedir desculpas, acho uma qualidade legal em mim... e não somente com Ivan, peço desculpas para amigos, família... se vi que magoei, errei... abaixo a crista, e na brincadeira sempre falo a frase "vou abaixar a calça e deixar bater, castiguinho"...
mas é isso aí amiga temos que nos esforçar pra nos darmos bem... e a primeira frase que voc6e falou Ë TUDO!!! mentir NUNCA!!!
beijosssssssss
PS>: segunda fez 6 meses de Alemanha!!! :) Fiz um post contando.... beijinhossss

rose disse...

Georgia, esse item 5 tem muito a ver com os casais japoneses. Volta e meia metem a faca e torcem o cabo falando mal das sogras, parentes, mas tao la: hehehhe, hehehe,hehehe. Tenho a impressao que a lei da convivencia deles e' "nos aturamos", nao ha muito dialogo pra nao dar briga, entre outros.
bjOs

Gisley Scott disse...

Oie Gê,

Número 3 realmente é uma barra.Eu conheço um casal de amigos que estão sempre fazendo isso consigo.Tentando consertar um à outro em público e o marido fala com a mulher como se fosse a filha dele.É triste.O pior é que eles não enxergam que isso só os faz ficarem defensivos.Eles não conseguem quebrar esse ciclo.

Outra coisa que acho super difícil de lidar num relacionamento e não aceito de jeito nenhum é quando o esposo(a) tem mais preocupação em agradar A e à B,mesmo sabendo que isso vai causar briga/chateação com o(a) esposo(a).Eu acho isso uma falta de desrespeito tremenda.Se a pessoa vivesse, morasse e dividisse as contas com os amigos e morasse debaixo do mesmo teto com eles, aí seria outra coisa.

Na minha opinião, é necessário sempre defender os interesses da família primeiro e não tentar moldar sua família ao gosto dos outros.Para mim, casamento é como uma tesoura: marido e mulher, embora estejam distantes em alguns momentos[geograficamente falando], estão sempre unidos e preparados para punir qualquer pessoa/situação/circunstância que tentar ficar entre os dois.

João Menéres disse...

Estou de acordo contigo.
Nada a acrescentar.

Um beijo.

Bergilde disse...

Respeito recíproco é fundamental.Quando se perde esse elemento é certo que vai mal...Bom dia,e meu abraço!

Sueyne disse...

Oi, Georgia! Muito bacana o post!

Relacionar-se é muito bom, mas nem sempre é fácil. Respeitar o espaço das pessoas, respeitar o tempo, o momento nem sempre é tarefa fácil e nem sempre as pessoas compreendem a importância disso e o quanto é saudável.

Meu lema é: O amor pressupõe liberdade!

Grande beijo.

Lúcia Soares disse...

Viver junto com outra pessoa é difícil, seja num relacionamento amoros, ou na famílai, ou entre amigos.
O fundamental mesmo é o respeito que se deve ter pelas diferenças entre as pessoas. Carinho, compreensão.
Beijo!