Você faz toda a diferenca!

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Doacao de Órgaos: Um corpo desconhecido para que você continue a viver

 Facebook

Eu já estava com este Post prontinho quando a Susi do blog Jardim Fechado passou por aqui e ai eu fui lá conhecê-la e  ela postou uma frase do Facebook. Clique Aqui  para ver o post. Amei a frase e ela é tudo o que eu penso sobre Doacao de Órgaos. E para completar a Nina Trota também falou esta semana sobre este mesmo assunto Aqui. E eu deixei um comentário falando a respeito.

Na semana passada assisti uma reportagem de uma mae que doou tudo o que era possível para que a sua filha pudesse continuar vivendo em outros corpos.
 As famílias que receberam esses órgaos choravam de felicidade, pois algumas criancas escaparam da morte questoes de dias. E eu  e meu esposo choramos também e conversamos sobre o assunto. Sim, nós queremos que nossos filhos continuem vivendo se caso alguma coisa...
Quando eu cheguei aqui na Alemanha, meu esposo ficou surpreso de ver que na minha carteira eu tinha um cartao onde eu escrevi que em caso de acidente todos os meus órgaos fossem doados. Mas infelizmente em 1994 eu tive Tuberculose e por causa disso eu nao posso ser mais doadora, pois carrego o bacilo desta infermidade.

Muita gente fala sobre o assunto, acha bonito quem faz uma acao assim, mas na hora mesmo as pessoas dao para trás. Preferem que as minhocas comam os órgaos do que doá-los.
Nao podemos deixar de pensar que em caso de acidente onde nao há mais recusrso algum para nós, porque nao continuar vivendo em outro corpo? Nao precisa muito, basta escrever um cartao como eu fiz e carregá-lo em tua carteira.

Atenção: É expressamente proibido a cópia deste texto e imagens sem a autorização prévia do autor.

14 comentários:

Pedrita disse...

eu tb sou a favor da doação de órgãos. beijos, pedrita

Bergilde disse...

Simplesmente uma das maiores manifestações de Amor que o ser humano pode dar.
Abraços e bom dia!

Ana Gaspar disse...

Arrepiei ao ler seu post Georgia...
beijosssss

Allan Robert P. J. disse...

Sou a favor da doação de órgãos e acho que a lei de todos os países deveria considerar que a propriedade dos próprios órgão termina com a vida. Todos deveríamos ser doadores compulsórios, mas sei que muita gente discorda da minha opinião. Se houver algo em mim, minha esposa ou minhas filhas que possa ser doado, que assim seja.

Meu cérebro não, meu cérebro não presta pra nada. :)

Camille disse...

Cade meu comentario enorme?

Sandra disse...

Indo de encontro ao comentário do Allan, se todos fossem doadores talvez não existisse a máfia do tráfico de órgãos. No Brasil no meu RG eu estava registrada como doadora. Aqui eu ainda não sei como funciona. Bjs

✿ chica disse...

Eu sou doadora e como estou durando muito, acho que nem vão poder aproveitar nada,. mas de qualquer forma, o que der, será usado! beijos,chica

Mylla Galvão disse...

Ge,

Eu estava com saudades de vc!
Entao eu li todos seus posts desde 28 de agosto!
Suas fotos estao cada melhores...
Sobre doacao eu sou a favor, mas nao sou doadora.
Eu tenho mtos problemas de saude. Portanto nao ha nada em mim para ser doado em bom estado de conservacao!

bjao

Gaspar de Jesus disse...

Georgia
Enviei agora um comentário, mas não sei se entrou ou não.
Envio este com experiência.
G.J.

Gaspar de Jesus disse...

Ok Georgia.
Dizia eu, que a Amiga está neste texto muito assertiva, como sempre aliás.
É sempre uma prazer ler as suas opiniões sobre os mais diversos assuntos.
Pedia-lhe depois, para mais uma vez me desculpar a preguiça que me invade nesta fase da vida e que está na base da minha ausência nos vossos espaços de partilha.
Deixo aqui um grande beijinho para as meninas da família e um abraço para os cavalheiros.
G.J.

Tina disse...

Oi Georgia!

Eu sou totalmente a favor da doação de órgãos = ato de humanidade antes de tudo. E é super importante deixar registrado - verbalmente e/ou por escrito que somos doadores, pois a família, na hora da dor, pode relutar simplesmente por desconhecer a vontade do ente querido.

Andava meio afastada do mundo blogueiro, mas estou voltando...

Ótimo post, beijo grande !

Beth/Lilás disse...

Poxa, Ge, como conseguiu levantar tão cedo durante a viagem?!
Eu, geralmente, acordo mais cedo do que quando estou em casa, mas sinceramente, 6 da matina é muito punk! hehe
Como é que é: capoeira na Turquia?
Isso é que é globalização!
Sua Vivi parece mesmo uma modelinho de revista, tá linda de morrer.
E o teu Daniel, que cara de homenzinho jÁ, vai ser cabeludão.
Daqui alguns dias ele já não vai gostar muito de sair de férias com vocês, portanto aproveitem enquanto ainda estão crianças.
Lindas imagens!
bjs cariocas


Nina Trota disse...

Georgia! Estou contigo nessa!
Realmente falta muita informacao e incentivo para a populacao! Muita gente quer fazer parte, mas nao sabe como... E tambem falta organizacao do governo brasileiro com relacao a isso... outro dia vi uma reportagem de muitos orgaos simplesmente apodrecendo porque nao foram cuidados ou levados aos devidos hospitais a tempo...
Aqui nos EUA ainda nao sei como funciona (moro aqui a pouco tempo), mas vou pesquisar!
Super beijo!

susi disse...

Só agora vi seu comentário lá no jardim fechado que de tão fechado até a dona tem perdido coisas que acontece por lá. Amei sua citação das minhocas, vou usar a mesma pra postar no facebook sobre doação ok?