Você faz toda a diferenca!

segunda-feira, 5 de março de 2012

Quando foi a última vez que você ajudou alguém?


Estava conversando com uma amiga que trabalha muito.
E ela estava me dizendo que ela tem um sentimento de perda muito grande embora ela faca muito.
Eu só lhe fiz uma pergunta e ela comecou a chorar.
A pergunta foi: Quando foi a última vez que você ajudou alguém?
Ela é uma pessoa que carrega muitas responsabilidades nas costas por causa do trabalho dela, mas a vida nao é só ter um bom trabalho, ter sucesso na carreira e receber um bom salário.
Quando a gente esquece de ajudar as pessoas no dia a dia os nossos sentimentos vao ficando secos e vazios.

Atenção: É expressamente proibido a cópia deste texto e imagens sem a autorização prévia do autor.

21 comentários:

Tucha disse...

É isto que nos faz humanos, o compartilhar, o escutar o estender a mão...

✿ chica disse...

Por aqui tenho oportunidade de ajudar a cada dia, basta querer...beijos,chica( E isso só faz bem!!)

João Menéres disse...

Se tiver oportunidade, NÃO HÁ DIA que não procure dar uma ajuda.
Ajudar uma pessoa idosa ou com dificuldades de locomoção a atravessar a rua.
Dar uma informação tão correcta quanto possível a quem me pede um esclarecimento.
Incentivar uma pessoa ( pintor, escultor ou fotógrafo) a fazer uma exposição e dar-lhe todo o apoio que estiver ao meu alcance.
Ter uma palavra amiga num momento difícil.
Dar uma esmola, por princípio, não dou. Mas já dede comer a quem me disse que tinha fome : Entrei num café e vi-o comer uma sandwiche.
Acho que, dentro do possível, não nego a minha mão, GEORGIA.

elvira carvalho disse...

Sempre que alguem necessita da minha ajuda e eu posso. Por causa da saúde não tanto como antigamente. Mas vou fazendo o que posso.
Um abraço e uma boa semana

shan-Tinha disse...

olha tenho por toda a minha vida vontade e sempre que pude de alguma forma ajudei e ajudo, e peço a ajuda de Deus misericordioso a toda a humanidade, a todos os seres, sua criação! bj querida e ótima semana pra ti e os seus!

Inaie disse...

Eu ajaudei ontem! la la la la la....

Nina disse...

Essa é uma pergunta que pode fazer mesmo, alguém chorar. A gente tá sempre pensando na gente mesmo. Esquece-se mt frequentemente, que fazendo o bem ao outro, se faz tbm a si mesmo. ser legal é legal!

qd foi a ultima vez? deixa eu pensar...

...

no sábado dei lugar a uma velhinha na fila do supermercado, ela vinha com uma cara bem feinha e eu falei: bitte schön! dando lugar a ela, que tinha poucas coisas pra pagar. A velhinha mudou totalmente as feicoes do rosto e ficou o tempo todo brincando com Pedrinho e conversando.

Outro dia tbm doei algumas roupas pra Caritas. Me sinto bem doando coisas. Mesmo ajudando sem saber a quem.

E por causa do blog, recebo sempre emails de mulheres comentando os mais diversos temas, pedindo orientacao pra algo, sempre respondo com o maior amor do mundo. Acho que doar nossos ouvidos (no caso, olhos e tirar um pouco do nosso tempo, que mts vezes, nao custa nada) é sempre uma forma de ajudar e mostrar cuidado com o outro.

é isso. pequenas acoes, fazem mt.
Um bj Ge
ps. achei mt bonita a parede da sala em azul.

Sandra disse...

"Fazer o bem sem olhar a quem"! E as vezes isso parece ser tão difícil nos dias de hoje e a gente sempre tenta justificar: falta de tempo, correria, e etc... E são os pequenos gestos do dia a dia que nos permitem ser mais generosos com os outros. A solidariedade de alguns faz a diferença na vida de muitos. Simples assim! Boa semana!!

Pedrita disse...

acho q tb precisamos nos ajudar. às vezes focamos só no outro e esquecemos da gente. e acho q é sempre bom a gente parar um pouco do q nos engole no dia a dia, que sejam 5 minutos e contemplar a vida. eu procuro sempre ajudar os outros, mas sem esquecer de olhar pra mim. beijos, pedrita

Nadja disse...

Eu sempre procuro ajudar as pessoas... sempre fazer o bem, sempre com atitude positiva pensando no bem maior, o mundo, a natureza.
]beijããão!!!

Gisley Scott disse...

Gegê, meu esposo tb estava passando por isso quando era gerente.Vivia cansado, estressado e o que ele ganhava não compensava como a saúde dele estava sendo afetada.

Hj ganha bem menos,é mais feliz,pesca que é uma beleza e ajuda as pessoas.

Estás certa, é necessário ter tempo para viver, ajudar e ser ajudado.

Bjs

Lulu on the sky disse...

Eu procuro sempre ajudar, me coloco a disposição sem necessariamente que alguém peça, vem me ajudar sabe? Trabalho voluntário é maravilhoso. Já participou?
Big Beijos

Katia Bonfadini disse...

Oi, Georgia! Que saudades! Adorei seu texto de hoje. Concordo com você e o prazer que a gente tem em ajudar alguém, em fazer essa pessoa sorrir ou se sentir melhor por qualquer motivo, é muito especial e aquece a alma!!!! Um grande beijo!

Sheila Zanella disse...

Ótimo post...faz a gente parar um pouco e pensar...

Obrigada,

Beijinhos
Sheila
http://vidasuculenta.blogspot.com

Beth Saukas disse...

Geórgia,

Parabéns. Amei este post. Acho que você disse tudo. Afinal, uma das coisas mais importantes que levamos dessa vida é a diferença que fazemos na vida um dos outros. Como já ensinava Gandhi, sejamos a diferença que queremos ver neste mundo.

Abraço!

p.s.: tentei colocar a URL do blog, mas nao está funcionando.

Bergilde disse...

Sempre que alguém nos faz um bem abrem-se as portas dos céus para esse alguém e para nós também.É muito bom receber ajuda e a sensação é melhor ainda quando se dá.Fazer o bem só nos rende felizes.Ainda que a pessoa muitas vezes nem queira aceitar essa ajuda,vale sempre a intenção e a boa ação!Isso é muito mais enriquecedor quando se faz anonimamente.
Abraço grande já mandando meus parabéns pelo seu niver!

Recrutamento e seleção disse...

É muito satisfatório saber que fazemos a diferença na vida de alguém!

Bia disse...

Isso é uma coisa que eu sempre faço. Se eu tenho o conhecimento ou os meios, eu sempre tento passar adiante para alguém que precisa.
E já ajudei pessoas que não voltaram se quer pra dizer um obrigada...

bjs

Cris Caetano disse...

Sempre que alguém precisa... no mínimo com uma palavra de conforto. Sou boa em ouvir, é a única coisa onde tenho a maior paciência do mundo, posso ouvir por horas, meses, o mesmo assunto, se for pra aliviar o outro... eu ouço.

Beijão

Lúcia Soares disse...

Ajudo muito, Georgia. Tanto que até esqueço de mim, todo mundo pensa que sou auto-suficiente, pareço resolver todos os problemas dos outros, e isso acaba me deixando péssima.
E o pior é constatar diariamente como o ser humano é ingrato!
beijo!

Theu Santos disse...

Verdade, muitas pessoas esquecem a importância de amar, não valorizam os próximos e se vêm sozinhos. No entanto, se descobrires o amor incondicional de Deus, viverá plenamente em paz e amor.