Você faz toda a diferenca!

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Amor cego


Suas acoes e prioridades estao de acordo com os teus propósitos?


O que fazer quando a gente luta e luta para que determinada coisa que sonhamos a vida toda dê certo e ela dá certo e ai a gente encontra pelo caminho um grande Amor e nos perguntamos o que fazer? Seguir em frente ou fazer uma pausa para saber se o Amor mesmo é prá valer?
Uma amiga minha está no meio desse cruzamento. Ela conquistou o sonho dela:
Um emprego na Embaixada nos Estados Unidos e ai ela conheceu alguém que está preenchendo na área do coracao tudo aquilo que ela sempre desejou de um homem.
Mas o que fazer se ela tem que assumir um cargo tao importante?
Minha nossa! Eu nao queria estar no lugar dela nao.
A vida às vezes nos parece irônica. Se o Amor tivesse aparecido um ano antes, como ela mesma me disse, seria fácil a decisao...
E você já viveu algo assim? Me conte.

Fazendo parte da Blogagem Coletiva Amor Cego promovido pela Ana do blog Mistura Portuguesa. Para participar, clique no nome do blog.


Atenção: É expressamente proibido a cópia deste texto e imagens sem a autorização prévia do autor.

8 comentários:

✿ chica disse...

Puxa, que enrascada.Coitada,decisão difícil!!beijos,linda semana!chica

Pedrita disse...

o importante é pesar prós e contras. lembro sempre que me diziam colocar tudo o q era bom e ruim em cada escolha, meio q lado e lado e depois pensar em cima. conversar bastante com mais pessoas. avaliar. beijos, pedrita

Bergilde disse...

Georgia,abraços e bom começo de semana!
Retornando às minhas visitas aos blogs amigos não poderia deixar de passar no seu.Mas,desse argumento sou muito suspeita para falar pois por Amor deixei de lado muitas coisas inclusive no campo profissional.É um risco e há quem pense apenas com o cérebro,há quem pense apenas com o coração(falo de mim).Tive sorte,talvez, e cada dia que passa estou mais feliz pela minha escolha,porém,não é assim com todo mundo,por isso, se posso dar uma pitada de opinião,se é amor de verdade até pode esperar...

elvira carvalho disse...

Por causa de seguir o meu amor, abandonei um emprego numa escola em Sintra. Por causa disso hoje não tenho direito à reforma estatal. O amor nunca me deu razões para me arrepender, mas a vida atual hoje me faz pensar que eu devia ter sido mais prudente. É que por 2 meses não tenho direito à reforma que hoje me daria uma vida economicamente mais estável. Mas eu tinha 22 anos e nessa idade tudo se faz urgente. Um abraço e uma boa semana

Nina Trota disse...

Nossa, eu sou suspeita para falar... Deixei tudo para tras... Vida profissional, amigos, familia... tudo pelo meu amor... Me mudei de pais! Nao vou dizer que foi uma facil escolha... foi bem dificil e por muitas vezes ainda me pego com saudade de tudo que deixei... Mas quando chego em casa e vejo o meu maridao, tudo vale a pena!!!

João Menéres disse...

Nunca tal dilema se me deparou.
Tive sorte !!!


Um beijo.

Mimirabolante disse...

É !!!!Que situuação complicada !!!Diga para a sua amiga colocar a cabeça no travesseiro !!!!uma solução irá aparecer !!!bjcas

Lúcia Soares disse...

Difícil decisão. Eu optaria pelo amor, se tivesse 20 anos (na faixa, diga-se) e começo de vida. Já mais velha, pensaria mais e pesaria todos os prós e contras. Se o amor for pra valer, ele a segue...
Beijo!