Você faz toda a diferenca!

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Você fuma? Leia o post

Fomos visitar meus sogros num fim de semana desses e há 5 anos a minha sogra operou um câncer no estômago e ficou até bem. Três anos depois de operada ela voltou a fumar e agora coisa de 4 meses ela operou o canal por onde a bilis passa e nao está nada bem.
Uma das tias do Christian morreu de câncer de pulmao, fumava que só o veneno.
Eu fumei por 4 anos e decidi parar e isso já fazem 30 anos e dou gracas a Deus que parei por uma série de razoes que aconteceram na minha vida e que vou dividir com vocês hoje.

Quinze anos depois que eu parei de fumar eu tive uma tuberculose.
Trabalhei na favela da Rocinha durante 5 anos e lá com falta de Saneamento Básico peguei o bacilo.
Meu tratamento durou um ano aqui na Alemanha e durante 7 anos o ministério da saúde controlou os meus passos até que eles viram que meu pulmao estava saudável novamente.

Imagine você se eu tivesse continuado a fumar? Eu nao teria sobrevivido a tuberculose. A gente nunca sabe o que o futuro nos reserva, por isso, cuide da tua saúde.
Fico me perguntando por que é que as pessoas só param de fumar quando algo bem ruim na vida dela acontece. Nao seria melhor parar de fumar antes?

Por que é que reclamamos tanto do viciado em drogas que nao consegue largar o vício das drogas e você com um simples cigarro nao consegue parar de fumar? Nao seria a mesma questao?

Que tal comecar hoje uma nova etapa na tua vida? Pulmoes livres de cigarro? Sei que você vai conseguir, pois prefiro ouvir que você consegiu do que ouvir que você está com algum tipo de câncer.

Bom fim de semana

Atenção: É expressamente proibido a cópia deste texto e imagens sem a autorização prévia do autor.

27 comentários:

✿ chica disse...

Puxa que coisa isso contigo e ainda bem que foste forte pra superar e parar de fumar...


Também pra mim é difícil entender quem não pode largar esse vício que mais cedo ou mais tarde, se virará contra a própria pessoa,não É?

E parece, tuya sogra nada aprendeu com a doença.não?

um beijo,tudo de bom, feliz dia das mães,chica

Pandora disse...

Só posso aplaudir \o/ Gostaria que muitas pessoas lessem o que vc escreveu hoje e levassem a sério, entendessem que as coisas não ocorrem apenas com os outros, que cigarro é coisa séria, não é confeito, doce ou uma coisa elegante!!!

Post criterioso e informativo!

João Menéres disse...

Eu estou há três semanas a fumar bem pouco, GEORGIA.
A meta é ZERO cigarros.

Obrigado pela leitura que me proporcionaste.
Estás a dar uma ajuda bem importante !

Um beijo.

Sonhos & melodias disse...

Oi Georgia,
A conscientização é importante e só se consegue através de muita informação e campanhas. Também fumei em minha adolescência e hoje não suporto o cheiro da nicotina. Que bom para mim! As doenças geradas pelo fumo são de doer o coração da gente e não desejo esse sofriemnto a ninguém. Fico contente em saber de sua superação. Parabéns amiga!
Bjs

Elvira disse...

Oi Georgia.

Eu não fumo. Aqui em casa ninguém fuma.
Tenho um tio na italia que fumou por quase 30 anos (na Italia se fuma muito, é uma pena...). Duas semanas atrás ele operou o pulmão: está com câncer. Parece que com a cirurgia foi tudo bem, agora é fazer a quimioterapia e tentar se recuperar o melhor possível.
Vamos torcer.

Bjs.
Elvira

Eliane Pechim disse...

Meu pai fumou por mais de 30 anos e parou há 10. A saúde dele melhorou horrores, mas ainda fica gripado com mais frequência do que minha mãe, por exemplo, que nunca fumou. Tenho horror a cigarro, ainda mais depois que li que mesmo ex-fumantes têm uma chance elevada de desenvolver câncer até após 10 anos de terem parado com o cigarro. É um veneno, como você bem disse. Na europa eles fumam muito, é algo que me deixa chocada sempre que vou aí. Na Italia então é incrível. Os adolescentes de 15, 16 anos fumam na rua, na frente de todo mundo. Pior pra eles. Beijo e melhoras pra sua sogra.

Lúcia Soares disse...

Georgia, embora indiretamente, o cigarro levou meu pai mais cedo do que o esperado por ele.
Fumou por...60 anos! Quando tinha 10 anos que parara, teve um AVC. O médico disse que uma das causas, já que a saúde dele era perfeita, pressão arterial de rapaz, poderia ser o cigarro. Mesmo depois que se para, há danos que são irreversíveis.Hoje convivo com marido que fuma demais, mas não dentro de casa, e com filha que fuma "escondido" de mim, pois sabe que se eu vir, terei uma tristeza absoluta. Sei que ela fuma, infelizmente descobri, mas não dou a ela o direito de fumarna minha frente.

Desejo melhoras para sua sogra.
Força para vencer mais uma vez a doença.
Beijo!

Poesia do Bem disse...

Oie Georgia, força garra e muita saúde.
Feliz dia das mães e me ajuda...

Me dá um presente! estou participando do concurso dia das mães

http://flaviaalvesfoto.blogspot.com/2011/05/concurso-dia-das-maes.html
comenta lá e vota em minha frase

Gaspar de Jesus disse...

Georgia
Finalmente consigo vir até cá. E logo para tomar conhecimento de uma fase da sua vida que felizmente está lá bem para trás.
Obrigado pela partilha e pela coragem. Cada vez tenho mais orgulho por merecer a sua amizade.
Bjs
G.J.

Mylla Galvão disse...

Amiga,
Tenho aqui em casa, um irmão que fuma 2 maços de cigarros por dia, daqueles cigarros do paraguay, mto fortes e fedorentos...
Está esquelético, mal nutrido e mesmo assim não para com o maldito!
Ultimamente engasga até com água!
É de cortar o coração, mas fazer o q?
A vontade tem que partir dele!
E ele, pela pessoa que é, não o quer!

Feliz dia da Mães para vc!!!

bjão

Lu disse...

Boa noite Georgia,
Sabe uma coisa que eu não entendo? Por que uma pessoa fuma? Por que eu não consigo compreender onde se encontra o prazer de engolir fumaça. rs
Enfim, isso sou eu, é claro...
Mas mesmo assim não entendo.
bacio carissima e bom fim de semana

Turquezza disse...

Eu parei de fumar há mais de 20 anos, comecei cedo! Que arrependimento! Hoje sou super saudável, elogiada pelos médicos.
E parei sòzinha, de repente, por minha conta. Foi uma barra, mas aguentei não queria voltar a fumar de jeito nenhum.
Não entendo como as famílias não pegam o parente e levam ao médico para se curar! Quando é jovem e quando é bem mais idoso! Tem que levar sim, se esperar por eles próprios o vício mata.
Saúde para você e juízo para quem ainda não parou ......
Beijos.

Allan Robert P. J. disse...

Recentemente também escrevi sobre o fumo. Reparei que os italianaos fumam muito mais que os brasileiros (você também tem essa impressão sobre os alemães?).

Acho que para parar de fumar todos os argumentos são válidos. Uma leitora se empolgou com uma expressão que usei: "Parar de fumar é chique."

Bom fim de semana
PS - os comentários do Fato Expresso não são publicados sem o "captcha". Pode ter acontecido algum erro no sistema. Os comentários não publicados são automaticamnete cancelados.

Tucha disse...

A dependencia quimica do cigarro é realmente um flegelo, e causa dados inestimaveis à saúde. Por conta dela perdi meu avó materno, e 3 tios. Acho que pensar em deixar é o começo de uma batalha, mas existem recursos de medicação e terapia para conseguir livrar-se.

sonia a. mascaro disse...

Felizmente nunca fumei!

Acho ótimo falar sobre os males do cigarro, mas tenho visto que largar de fumar é uma árdua batalha...

Desejo melhoras para a sua sogra.
Bjs.

Bia disse...

ótimo texto, Ge! vou mandar o link para minha mãe que tem anos que tenta mais não consegue parar de fumar!


bjs

Bergilde Croce disse...

Oi Georgia!Mais que um relato pessoal,seu texto reforça a idéia de que é possível sim liberar-se de um vício como o fumo(e não somente) quando se tem força de vontade e determinação,mas também se segue o orientamento profissional com o apoio da família que é fundamental!
*Parabéns pelo nosso dia(amanhã!)

Sabor de Pitanga disse...

Georgia, eu também nao entendo como uma pessoa adulta, mesmo sabendo dos males do cigarro continua fumando! E os adolescente por que comecam, mesmo diante de tanta informacao!?

Cerca de 3 anos atrás, perdi um ex-professor e um amigo, em menos de dois meses de um para outro... fumavam como "caipora". A esposa do amigo disse-me: "Vou pedir uma indenizacao à companhia de cigarros" e eu disse: Acho que voce está errada, pois ele era adulto e fumava por que queria... É muito fácil achar em quem colocar a culpa!!! Acho que o cigarro deveria ser proibido como as outras drogas, pois nao é melhor do que nenhuma delas! Na minha opiniao, uma das piores, porque ainda mata mais o passivo... eu odeio cigarro e quem fuma do meu lado! Odeio tudo que é droga, gracas a Deus é assim...

Quanto a sua história, parabens pela coragem em relatar. Mas para se adquirir o bacilo, nem precisa ser em lugares sem saneamentos! Meu amigo outro dia me disse que "a irma dele teve tuberculose" e é gente rica que nunca trabalhou em favela ou algo assim. "Ela nem desconfia onde pegou"... Outra amiga minha, trabalhou na Maternidade da Praca Quinze e lá adquiriu sarcoidose que, é uma doenca transmitida por tuberculosos só que a pessoa que tem a sarcoidose (doenca rara), nao transmite para outra pessoa.

Abracao

Mimirabolante disse...

É um vício danado......aqui em casa ninguém fuma !!!!!Boa Sorte !!!!!Feliz Dia das Mães !!!!bjcas

Lulu on the sky disse...

Georgia, tenho orgulho em dizer que nunca coloquei um cigarro na boca e detesto tabagismo.
Big Beijos

Beth/Lilás disse...

Querida Geórgia!
Graças a Deus paramos de fumar e resgatamos uma vida mais saudável!
Venho aqui apenas para desejar-lhe um lindo dia das mães amanhã, apesar de não saber se por aí é também festejado, mas o que importa mesmo é que você é uma mãe querida e sempre atenta aos seus filhotes, portanto ...
Feliz Dia das Mães!
bjs cariocas

Wania disse...

Oi, Amiga


Aqui em casa ninguém fuma, ainda bem! Cinzeiro nem existe...



Passei pra te desejar um lindo dia das Mães!
Bj grande

José Sousa disse...

Querida amiga Georgia!
Muito bom o seu texto, adoro ler coisas como estas, que nos dão prazer em ler e nos enchem mais o nosso conhecimente.

Espero que me siga em meu blogue:

transpondo-barreiras.blogspot.com

Beijão e bom Domingo.

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Ge, o cigarro como qualquer tido de vício, é muito difícil de largar. Quem consegue merece aplausos. E iniciativas como a sua mostram como devemos ficar atentos para nem entrar no que todo mundo já diz: não vale a pena!

Beijos

Ivana disse...

Ge, o cigarro é mesmo uma praga! Deus me livre! Nunca fumei e não tenho a menor atração... Aurélio também não. Aquele cheiro terrível... Não sei como é possível ter prazer com aquilo.
Espero que tua sogra esteja melhor.
Beijos!

Celia disse...

Realmente a saude é uma coisa que devemos cuidar com muito cuidado. Que maravilha que vc ficou curada. Espero q sua sogra melhores. Boa semana. Bj

Milena Fischborn disse...

Não fumo e não suporto nem o cheio nem a fumaça de cigarro, mas infelizmente meus pais fumam e muito.
Em 2003 minha mãe tb passou por uma cirurgia no estômago, mas recomeçou a fumar alguns meses depois. Atualmente ela está bem, não teve metastase nem nada, mas morro de medo. O problema é que não adianta nem falar, tentei por anos e anos, mas é inimizade na certa...