Você faz toda a diferenca!

sábado, 30 de outubro de 2010

Phantasialand


No último dia de férias das criancas, isto é na semana passada fomos com eles e mais um casal de amigos para Brühl brincar no mundo da Fantasia. Brühl fica depois de Colônia .
A Viviane foi no carro do outro casal onde estavam as suas duas amiguinhas: Nadja e Lara e o Daniel foi conosco no carro.
Papo de menino:

- Quanto tempo precisamos até lá, papai?
- Uma hora mais ou menos.
- Que droga que nao trouxe um livro prá ler. Agora tenho que ficar vendo árvore até chegar. Se fosse no carro da mamae, teria um livro. ( é, no meu carro eu carrego uma sacola cheia de livros, rs)
Mae de menino ouvindo tudo. Passou o olho rapidamente pelas portas do carro do pai. Tudo o que encontrou foi o mapa da Alemanha dobrado. Mae, pegou, deu para o menino e disse:

- Me mostre no mapa onde fica Düsseldorf. A cidade mais próxima de Hilden.

Menino precisou um tempo para se familiarizar, mae deu algumas dicas, para a esquerda do mapa, mais central e assim menino achou.
Pai de menino ficou entusiasmado e disse o nome de algumas também.
Menino agora com certeza conhece no mínimo onde se localiza as cidades mais conhecidas na Alemanha. Düsseldorf, Köln, Frankfurt, Berlim, Leipzig, Hamburg, Hannover, München, e por ai a fora.

Nada de tédio na viagem. Temos que inventar coisas prá menino fazer pelo caminho. O bom foi o aprendizado, brincando, rs.

Bom fim de semana


Atenção: É expressamente proibido a cópia deste texto e imagens sem a autorização prévia do autor.

34 comentários:

Dentro da Bota disse...

Realmente é preciso ser criativo...rsss

Saluti di Roma

Gioconda!

Celia disse...

Genial!!! Vc foi bem esperta e ajudou ao Daniel aprender um pouquinho e nao achar a viagem tao chata. Bom fim de semana. Bj

Ivana disse...

Nada como uma mãe criativa no carro, durante uma viagem... Se tiver livro, ótimo. Mas quem precisa deles com uma mãe destas? ;)
Beijos!

João Menéres disse...

Boa, GEORGIA !
Mas não te esqueças que forçar a vista em leituras no carro NÃO É NADA RECOMENDÁVEL !!!

Uma vez por outra, não causa moléstia mas convém que o DANIEL tenha outras distracções em viagem.
Uns jogos, por exemplo...


Beijos.

Ana Tapadas disse...

Excelente!
Beijinho

Amanda Luna disse...

Que bacana ele reclamando a falta de um livro...rss é que aqui no Brasil é ao contrário: as crianças fogem de livros, conheço um monte de mães que cortam um dobrado para fazerem os filhos lerem pelo menos os livros obrigatórios da escola...aff
beijuu
www.sermulhereomaximo.com.br

Chica disse...

Legal! E eles nem percebem que estão aprendendo.

Eu sempre jogo o forma palavras ou jogo das sílabas.

beijos,lindo fds,chica

Bel disse...

Você é esperta, amiga!
Mas, ó, eu já perguntei a um oftalmo se faz mal ler no carro, e ele disse que NÃO. Só ao motorista, né???

Beth/Lilás disse...

Oi, Georgia!
Esse Daniel é esperto e sabe se virar, tenho certeza que da próxima vez ele colocará um livro na bagagem.
Bom final de semana e beijos cariocas

Bia disse...

Vivi e Daniel estão enormes! O tempo está passando muito rápido (já estamos praticamente em novembro) e logo logo faz um ano que estive ai com vcs! Muitas saudades!

Pensei muito em vc essa semana! Ainda não mandei os lápis do Daniel, mas estou me programando para assim que a tempestade passar (tive que me mudar novamente) eu consiga mandar!

bjos

Pandora disse...

E tudo vira uma atividade pedagogicamente correta!!! Da gosto de ver esse menino crescendo intelectualmente e com amor!!! Deus abençoe!!!

Pedrita disse...

adorei as fotos e tem uma amiguinha junto, q legal, vou ler o post. é muito bom brincar em viagens, desde q algo tranquilo. eu adoro ver árvores passando em viagens, viajo mesmo no pensamento e crio historinhas. na infância um amigo invisível corria junto ao carro e conversávamos. hj em dia o pensamento q inventa histórias. beijos, pedrita

Bergilde Croce disse...

Georgia,muito bacana aproveitar o tempo nas viagens e passeios de carro com brincadeiras educativas.Lindo modo de vivenciar esses momentos com seus filhotes! Outa coisa que achei super importante é que por esses lados o costume de usar mapas desde pequenos pra se situar é algo bem comum.Aqui é uma luta com meu Fran que quer ele dar as indicações no navegador de bordo do pai,mas ainda é pequeno pra mexer nessas coisas!
Abraços e bom fim de semana com voto(desta vez mesmo sem muita vontade vou a Milão votar).

Sonia H disse...

Georgia,

Que legal! Não se canse de ouvir que os teus filhos são uma graça, mas você pode ter certeza que há uma grande parcela sua nessa aventura que é educar! Adorei a ideia da bolsa com livros no carro. Vou fazer isso: com Samuel não precisa mesmo, porque ele sempre carrega um livro com ele. Mas vou colocar uns livros de Marcela no carro. O que eu geralmente deixo no carro são palavras cruzadas - ela gosta muito! E Samuel idem.
O parque valeu a pena? Este eu nunca havia ouvido falar.
Nunca esqueço uma vez a aventura que eu e Niels fizemos quando morávamos na Holanda... Samuel tinha 3 anos e nós inventamos de ir para Portugal - de carro - sinceramente, ele era muito pequeno. É claro que paramos, dormimos na França, mas poxa, para uma criança na cadeirinha foi realmente algo difícil. Eu tinha uma bolsa cheia de surpresas e ao longo da viagem eu ia distribuindo. Ele ia se alegrando, mas depois o cansaço vencia.
Marcela já disse: mãe, se nós formos a São Paulo em janeiro, como você disse, não quero ir de carro - gostaria de ir de avião...:-) (criança moderna, né)
Ela diz isso porque fomos para Tiradentes de carro e ela ficou muito entediada...
Precisamos inventar meios de alegrar e entreter os filhos nessas viagens.
Ótimo post e falei demais hoje, né.
Beijos e bom fim-de-semana,

Cadinho RoCo disse...

Você é sensacional.
Geórgia, já vi as caricaturas do Eduardo PL e já já escrevi pra você que no Blog Cadinho está programada para o 3/11 publicação Vítima da Quinta, em que faço referência a mais esta homenagem que recebo do Eduardo PL e do carinho da sua lembrança.
Cadinho RoCo

Saozita disse...

Olá Georgia, essa foi uma boa solução e o filho brincou, aprendeu e se distraiu. Eu também costumo jogar com as palavras, assim em viagem por exemplo perguntar as capitais de diferentes países, nos diferentes continentes.

Tem uma bela e boa noite, e um óptimo fim de semana que se avizinha.

Bjs

Sãozita ( Portugal )

Cris disse...

Oi, querida,

O nome dessa paciência para ensinar e se esforçar para a viagem não ser um tédio para o garoto é : Amor - não só por ele , mas também pelo ato de viver.

Beijão.

Pedrita disse...

sobre o comentário sobre os campos de concentração, eu digo que não é possível daquela forma pq os campos não eram lugares desorganizados. de tudo o que li eles sabiam muito bem quem ia e quem não ia pra câmera de gás. todo mundo era um número. não pegariam duas crianças de um outro galpão e nem perceberiam. por isso achei improvável. se fosse o dormitório dos meninos até pode ser. mas eles procuravam o pai e um e estava em um dormitório só de homens sem crianças. como disse, os campos não eram tão desorganizados. bem como perceberiam um garoto sempre sumindo.

Cris Caetano disse...

rsrsrs Adorei!

E que é um tédio só ver árvore pela janela do carro, é. :)

Beijão

Allan Robert P. J. disse...

Brincando de aprender é o modo melhor de aprender. :)

Jota Sena disse...

Olá Georgia bom dia!

Gostei de sua presença de espirito... Que, com agilidade, contornasse o que poderia gerar uma viagem monótona para o Daniél.

Uma boa semana pra você junto aos teus.

Abraços e até +.

Jota.

Ana Tapadas disse...

Voltei, para satisfazer o teu pedido.
Mas, olha que, só devem ser comidas uma de cada vez...e percebe-se porquê!

Broas de mel:
0,5 l de azeite
1 l de água
0,5 kg de açúcar amarelo
250 g de mel
30 g de erva doce moída
10 g de canela em pó
1 colher (café) de sal
100 g de miolo de nozes
1 kg de farinha

Primeiro pique as nozes muito miudinhas. Depois deite num tacho largo o azeite, a água, o açúcar, a erva doce, a canela, o sal e as nozes picadas, leve ao lume e deixe levantar fervura; retire do lume e junte a farinha mexendo muito bem com colher de pau. Leve de novo ao lume, para enxugar, mais 2 ou 3 minutos e vá mexendo com cuidado até que a massa se descole do tacho.
Retire e deite a massa sobre a mesa. Deixe arrefecer um pouco, mas ainda enquanto quente molde as broas, pequeninas, com as palmas das mãos; dê-lhes alguns golpes em xadrez com as castas de uma faca, coloque-as num tabuleiro polvilhado de farinha e leve ao forno forte para alourarem um pouco cerca de 15 minutos.
Retire-as depois e coloque-as numa bandeja em camadas e vá-as polvilhando com açúcar areado.

Nota:
Pode usar metade azeite e metade óleo se não gostar do sabor acentuado a azeite.
Estas broinhas são típicas dos Santos mas, são excelentes todo o ano.

Beijinho

Mylla Galvão disse...

Não e que é verdade?

Estou bem, mas ainda sinto fortes dores na barriga, vou melhorando aos pouquinhos!

bjinho

Jens disse...

Bonito passeio, Georgia. Bons garotos são assim: simples er fáceis de agradar.

Um beijo e uma boa semana.

Gaspar de Jesus disse...

Cara GEORGIA
Mãe assim mesmo. Mesmo em viagem continua a ser a fada do lar...!
Imagino que a viagem tenha sido agradável, estive por uma vez em Dusseldorf em trabalho e outra em Leipzig em visita a nossa filha que aí fazia Erasmus. O mínimo que posso dizer é que adorei.
Bjs
G.J.

Scorpys disse...

Crianças são engraçadas,brincando aprendem muito.tenha uma semana deliciosa,
beijussssssssss

Lúcia Soares disse...

Georgia, voc~e tem solução pra tudo, o que é bom demais! Admiro sua calma, sua capacidade de se ater às necessidades de seus filhos e fazer de tudo para contentá-los. (ao mesmo tempo, sei que é rígida, regras são regras e existem para eles.)
Tenho certeza que terá sempre alegrias com seus filhos.
Beijo!

Tucha disse...

Meu filhotes tb se entediavam nas viajem, tinha uma serie de joguinhos de advinhação, de palavras que começavam com a mesma letra, qual é a música com tal palavra. Enfim, criatividade estimula a moçada e faz o tempo passar mais depressa.

Dalva disse...

Criativade à toda, hein?! Lembro que quando viajamos de carro, meu pai e minha mãe sempre inventavam algo lúdico assim, visando passar o tempo e ao mesmo tempo nos ensinar. Saudades desses joguinhos... rsrs.

Bjs.

Mimirabolante disse...

Adorava viajar com os meus filhos pqs.......tbm inventava coisas para distraí-los......esta postagem me remeteu ao passado!!!!!bjcas

Ronald disse...

Acho que vou arrumar um cantinho na Alemanha. A cada três mes que aqui apareço, voce está de férias. Aruuma uma lugar pra mim, ahahahahahahha....

Brincadeiras a parte, pessoas ilustres nos deixam saudades...

Hoje vou me dedicar a visitar as pessoas que, por dever de oficio, deveria visitar todos os dias mas a vida não permite...

Um beijão à você, esposo e filhos Georgia...

Seu semprte amigo Ronald

Albuq disse...

Oi Georgia,

Muito criativo! Também costumo levar livros extras, e olha que nem tenho filhos kkkk, mas, a do mapa foi ótima idéia, adoro mapas! bjs

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Ge, eu fico boba como você consegue ter ideias tão criativas para educar seus filhos. Acho o máximo como consegue incentiva-los a crescer, adquirir conhecimento. PARABÉNS!!!

beijos

Gisa disse...

Que delicia de viagem viu !! é bom demais esses momentos em familia, e com certeza, vocês sabem fazer direitinho rs

bjao grande

ps: as crianças estão crescendo rápido, afff !!!