Você faz toda a diferenca!

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Falta de luz na Alemanha


Em 17 anos de Alemanha eu só vi faltar luz 2 vezes por aqui.
Christian estava no banho e as criancas vendo televisao quando de repente tudo parou.
As criancas chegaram dizendo que a televisao ficou engracada, Christian gritou do banheiro perguntando o que tinha acontecido, pois a água ficou fria e eu corri para o meu Lap Top na cozinha e constatei que as páginas que estavam abertas sumiram.
Desci para o subterrâneo para verificar a nossa caixa de energia e ver se o adjuntor havia desativado e nao vi nada, hum, que engracado, pensei:
- Será que estamos sem energia?
Bingo!!! Os interruptores nao trouxeram a luz. Isso eram quase 18 horas no sábado passado e eu pensei: Ô!Ô! Como vou cozinhar o jantar?

Faltar luz horas e horas na Alemanha seria uma verdadeira catástrofe, a maioria dos fogoes sao elétricos e energia é fundamental.
Minha vizinha de 80 anos estava batendo à porta, pois a campainha que funciona a base de eletricidade nao poderia funcionar, ela queria constatar se eu também nao tinha luz.
Percebi pelo semblante dela que ela estava preocupada com a falta de luz. Disse a ela que isso no Brasil é tao comum que nem estranhamos quando isso acontece, só nos preocupamos se estamos na rua de irmos imediatamente para casa porque nada é seguro.
Meia hora depois a luz retornava para a alegria de todos.

Senti falta de ouvir os gritos de alegria que dávamos quando a luz voltava quando eu era crianca.
Imediatamente as criancas ligaram a TV para jogar WII, eu voltei para verificar o meu Lap Top e Christian que já tinha terminado o banho há séculos perguntou se o jantar já estava pronto só para zoar comigo, rs.


Atenção: É expressamente proibido a cópia deste texto e imagens sem a autorização prévia do autor.

35 comentários:

Pedrita disse...

qd as pessoas falam em carros elétricos sempre me incomodo, pq realmente no brasil falta de luz é comum. tanto q o fogão aqui é a gás e muitos outros objetos não são elétricos. beijos, pedrita

Bergilde Croce disse...

São esses os prós e contras da vida moderna não é amiga!Eu também no CE quando menina fazia a mesma coisa que você no retorno da energia elétrica...batia palmas e gritava,época que certamente nunca mais voltará!
Abração,Bergilde

Chica disse...

Aqui ele falta a cada temporal...beijos,linda semana,chica

Bel disse...

Ai ai, nem dá ra contar quantas vezes POR MÊS a energia "cai" aqui... O que me incomoda mais é o telefone, que só temos sem fio e funciona somente se estiver ligado na eletricidade. O resto... dá pra aguentar. Principalmente pq normalmente nunca demora muito, a bateria do notebook aguenta! ;)

Bjooo

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Estou aqui no Japão há uns oito anos...e nunca vi faltar luz, água ou gás. Realmente, fico imaginando o q fazer se faltar luz!
Pq a gente tá tão acostumado a não ter problemas no abastecimento de energia que sequer pensamos na falta da luz...

boa semana p vc e família

Sonho Meu disse...

É como eu digo Georgia é bom ser brasileiro, porque já somos calejados pra qualquer tipo de problemas.
Aqui tambem é muito dificel faltar energia...em dez anos so ví a energia sumir duas vezes.
bjs pra ti e familia linda.
me

Maria Augusta disse...

Georgia, é verdade que no Brasil sempre falta luz, quando estive na casa da minha irmã recentemente faltou durante mais de 24 h, ela perdeu tudo que estava no freezer e o pior é quando começou a faltar água por causa disto, pois a bomba que levava a água para o reservatório também não funcionava...Aqui é raro, faltou em dezembro do ano passado, estávamos com visita e acabamos jantando à luz de velas, felizmente meu fogão tem dois bicos a gás.
Um beijão para você.

Sonia H disse...

Pois é, Georgia,
Infelizmente aqui no Brasil esse problema é muito comum. Não sei até quando.
E aí pensamos o quanto somos dependentes da energia elétrica, não é?
Beijos para você,

sonia a. mascaro disse...

Como moro em zona rural, é comum aqui acabar a luz quando temos temporal. Sempre cai uma árvore ou galho num fio... Mas a falta de energia dura pouco, no máximo duas horas. Quando arma chuvão por aqui, já vou desligando tudo da tomada, mesmo tendo no-break para o pc.
Bjs.

Sonhos & melodias disse...

É Georgia,
Nessas horas é que constatamos o quanto somos dependentes no mundo moderno.
Bjs

Lou Mello disse...

Em Sorocaba nunca falta luz. Há, apenas, algo além de uma centena de intervalos entre uma luz e outra, durante o ano. :)

Lunna Guedes disse...

Aqui em São Paulo não é algo tão comum assim, lembro de duas ocasiões, mas uma foi por causa das fortes chuvas que derrubaram árvores em toda a região. Árvores antigas, cheias de cupim.
E outra foi por causa de uma pane geral não sei onde. Aquelas desculpas do governo. Mas por sorte o fogão aqui é opcional: elétrico e a gás. rs
Bacio

Mi disse...

engracado...em 8 anos por aqui nunca vi uma falta de luz! Mas ainda pior do que falta de luz é falta de aquecimento no inverno haha bjs!

Eliane Pechim disse...

Pior que no Brasil isso acontece direto mesmo. Em quase 2 anos de EUA isso até agora nao me aconteceu aqui. A coisa boa de quando faltava luz la na casa dos meus pais é que a gente se juntava pra bater papo, igual o povo fazia na roça antigamente. Hoje em dia ha tantas distraçoes como tv, computador e telefone que se falta luz as pessoas ficam sem graça porque nao estao acostumadas a ter de obrigatoriamente interagir com os outros. Novos tempos. Nem sempre bons. Beijo

Naty e Carlos disse...

Você me faz feliz mesmo quando a vida me faz triste.
Bjs

João Menéres disse...

Por cá, é raro faltar a luz.
Mas, se tal acontece, fico muito arreliado por me faltar o contacto com a blogosfera!
Sinto-me tão isolado e aborrecido por não poder dar umas entradas nos blogues.
Para todo o resto tenho alternativas.

Um beijo.

Gisley Scott disse...

Menina, que comédia...
No Brasil a gente faz festa mesmo quando a luz volta, parece copa do mundo kkkkkkkkkkk! dá até pra ouvir os vizinhos dizendo aêêêê do outro lado da rua...Por aqui Não é comum faltar energia e quando eles tem que trabalhar em um poste ou alguma coisa, eles sempre avisam antes e dizem o quanto vai demorar :)!

Elaine Gaspareto disse...

Querida,
É, outro mundo mesmo!
Aqui é raro um mês que não ocorre uma queda.
Fogão aqui só a gás, e eu tenho lanterna e velas rsrs
Outro mundo, Georgia, outro mundo...
Mas por aqui os gritos ainda ocorrem.
Ainda mais em cidade do interior!
Beijo, e vou mandar os lápis do seu filho esta semana, tá?

Celso Ramos disse...

Opá, "péra lá"..Geórgia!!

Aqui nos trópicos a falta de luz não é mais tão frequente como antigamente. Sem contar que nossa vida agora também é cercada desses utilitários que só funcionam a base de energia elétrica. O micro-ondas é útilíssimo pra gente, computador, televisão e mesmo o fogão que até o mais simples necessita de energia. Mas uma coisa você tem razão quando falta luz(raramente) ainda ouvimos o grito de todos da vizinhaça, alegres pela volta da energia!!!! Parece até jogo da copa do mundo.

Gisa disse...

Engraçado né Geo, enquanto você dai acha super diferente faltar luz, nós daqui achamos super estranho não faltar kkkk

(brincadeira, só quando o vento está muito forte, Niterói fica no escuro)

... mas vamos que vamos rs

O que fez pro jantar afinal? hihihi

Albuq disse...

Oi Georgia,

estava lendo o post e rindo porque aqui é exatamente o contrário, falta tanta energia que a gente nem se dá ao trabalho de ir perguntar no vizinho.
Realmente toda vez que chega faço "êeeeeeeee" kkkkkk

ahhhhhhhh bom demais lembrar até disso!
bjsssss

Cida disse...

Aqui em Belo Horizonte, é só chover forte que a energia vai embora...

Tanto assim, que quando chove, já nem pego o elevador com medo de ficar presa...rs

Um abração prá você

Cid@

Camille disse...

Bom amiga, aqui em Sumpaulo isso nao é nenhuma novidade. Se so tivesse faltado energia eletrica duas vezes em anos, ai sim seria um espanto!
Voce tb tem uma vizinha idosa! Sao uns amores nao é? Mas a minha é realmente velhiiiinha mesmo. A sua esta mocinha ainda...
INDIQUEI voce para partcipar de um "meme" proposto pela Lulu do Lulu in The Sky. É bem interessante esse, participe para conhecermos mais coisas sobre voce esta bem? Bjos, Cam

Allan Robert P. J. disse...

Aqui faltou luz uma vez, mas fomos avisados antes e foi durante o dia. Não teve graça nenhuma. :/

Katia Bonfadini disse...

Oi, Georgia!!!!!

Eu sei quem você é, o Wagner comentou de você algumas vezes! Puxa, fiquei super feliz com sua visita ao meu blog e seus elogios! Que bom que gostou da minha pequena produção para a festinha alemã! Voltei de uma viagem à Munique, Dresden, Füssen, Berlim e Nuremberg há pouco mais de um mês e provei muitas cervejas! Gostei mais dos tipos Dunkel, weizenbock e da weisse... não sei se escrevi direito! É que eu adoro uma cerveja encorpada e forte, bem diferente das que temos aqui! Em Munique, adoramos a Hofbrauhaus e comemos muita salsicha e chucrute!!!! Eu amei um prato feito com repolho roxo cozido na cerveja preta que tinha um toque de canela, delicioso!!!! E os bretzen? Amei!!!!!!

Não sei se encontro molho de mostarda adocicado, mas já preparei uma vez uma mistura com mel que ficou bem gostosa... Boa dica a sua! Vou procurar uma mostarda à altura da salsicha!

Já estou te seguindo e gostei muito da maneira como você escreve. Realmente a falta de luz no Brasil depois de uma longa chuva é tão comum que a gente já espera acontecer! E você mora na Alemanha há 17 anos? Que legal! Eu amo viajar, mas nunca passei mais do que um mês fora. Adoraria ter essa experiência por um tempo e eu adoro a Europa! É tudo tão pertinho! Na minha viagem recente, também passamos por Viena e pegamos um barco para a Bratislava, que só levou 1h20min pra nos levar até a Eslováquia. Passamos o dia e voltamos à noite! Acho uma delícia poder estar em outro país conhecendo uma cultura completamente diferente em tão pouco tempo!!!!! Ih, escrevi pra caramba, desculpe a empolgação! Beijão e muito prazer!

José Sousa disse...

Fiquei deslumbrado não só com seu blog, como também pelas suas postages, maravilha!!!
Conheça os meus em:
www.congulolundo.blogspot.com
www.queriaserselvagem.blogspot.com

Um abração do tamanho do mundo.

Aninha Pontes disse...

Aqui você sabe, muitas vezes no meio de um trabalho, lá se vai a energia.
E aí, só aguardando a volta quando eles quiserem.
Aqui no litoral, temos queda de energia com bastante frequência.
Talvez, porque o aumento de consumo vai crescendo dia a dia, sem que a companhia esteja preparada para isso.
Beijos

Chris Rodrigues disse...

Honestamente, penso que se algum dia isso não mais acontecer...o fato de não termos mais energia...estamos preparados?...creio que estaremos todos encrencados...tanto no Brasil quanto na Alemanha...Deus nos guarde!

Bjusss amiga

Iza disse...

Aqui, a luz falta mais em dias de vendaval. E passada a tormenta todos saem ás ruas para ver o que aconteceu. Quando a energia retorna é aquele ehhhhhhhhh, de alívio. Acostumamos com a energia elétrica e não podemos viver sem ela.

Beijos!

Beth/Lilás disse...

Pois é, amiga, o Brasil já se acostumou com isso e com muitas outras coisas, portanto sempre continuará a acontecer, pois as coisas só mudam verdadeiramente quando nos indigamos e demonstramos.
bjs cariocas

Beth/Lilás disse...

Pois é, amiga, o Brasil já se acostumou com isso e com muitas outras coisas, portanto sempre continuará a acontecer, pois as coisas só mudam verdadeiramente quando nos indigamos e demonstramos.
bjs cariocas

Cida disse...

Então, Georgia, estou de volta prá te agradecer e comentar sobre o encontro em BH.

Seguinte: Se na época eu estiver por aqui, farei o possível para comparecer (li aquele blog falando sobre o encontro na Cafeteria Colombo, no Rio de Janeiro, e percebi que deve ter sido tudo de bom).
O problema amiga (se é que se pode chamar de problema...rs), é que meus filhos moram fora, assim como toda a família do meu marido...
Depois que ele se aposentou, vira e mexe a gente está arrumando as malas. Em julho, temos casamento e 2 aniversários fora de BH, prá ir.

De toda forma, na ocasião, me de um toque, pois de repente, né? quem sabe...:)

Um beijo grande prá você e para essa sua família tão linda.

Fiquem com Deus

Cid@

Ivana disse...

Georgia, sabes que estes "apagões" lembram minha infancia quando era muito mais comum estes dias em que tudo ficava no escuro, repentinamente e por horas, as vezes. Era tão gostoso ficar a luz de velas em casa e sentar na porta de casa pra esperar a energia voltar. Só que todo mundo fazia o mesmo em nosso bairro, então que os vizinhos começavam a conversar, a gente - criança - a brincar e eu adorava admirar os vagalumes! Liiiindos! Quando a luz voltava era aquela gritaria e aí a gente se despedia e voltava pra dentro de casa.
Beijos!

Kamyla disse...

Nossa, veio os gritos de felicidade imediatamente em minha memória... a luz voltava e fazi nossa alegri.
No Brasil é mesmo tão comum a falta de luz...moro há 1 ano nos USA e nunca faltou luz...
Gostei do seu blog...
Abraço

Ana Filipa Oliveira disse...

Se passou por aqui esse "apagao", eu nao dei conta. Mas para a alemao, imagino a preocupacao. Em Portugal, lembro-me de quando era crianca acontecer mais vezes do que nos últimos tempos. Lembro-me da minha mae ir buscar as velinhas e ficar uma sensacao de suspense... ninguém sabia quando a luz voltava e o silêncio acompanhava essa ausência de luz. Obrigada por activar esta lembranca. Beijos